Domingo, 20 de Setembro de 2020, 15h:40

Tamanho do texto A - A+

Presidente da AL minimiza candidatura de Taques ao Senado: “Sem chances”

Por: THAYS AMORIM

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o deputado Eduardo Botelho (DEM), minimizou a candidatura do ex-governador Pedro Taques (Solidariedade) na disputa ao Senado e avalia que o político não tem chances no pleito. Segundo Botelho, Taques não reúne um grupo político forte para entrar no páreo. 

Maurício Barbant/ALMT

Deputado estadual Eduardo Botelho

“Na minha opinião, não muda em nada [o cenário político]. Não vejo ele com chances reais de ganhar. Ele foi um dos melhores senadores que Mato Grosso já teve, ninguém discute isso. Mas não tem grupo, eu acho que as chances dele hoje são pequenas”, avalia.

LEIA MAIS: "Prefiro estar só do que mal acompanhado", diz Taques sobre disputa ao Senado

O ex-governador lançou sua candidatura na última quarta-feira (16). Taques foi senador eleito em 2010 e em 2014 disputou a eleição para o governo estadual, sendo eleito. Contudo, ao tentar a reeleição em 2018, o ex-governador saiu com alta rejeição.

Sem anunciar apoio a nenhum candidato oficialmente, Botelho também disparou contra o senador interino Carlos Fávaro (PSD) e disse que não pode apoiar alguém sem representatividade.

“Eu não o vejo representando a Baixada. Não vejo ele como quem olha para a agricultura familiar, não vejo ele como representante do povo.  Por isso eu não tenho a tranquilidade de apoiar um candidato que representa só o agronegócio. Tem que apoiar o agronegócio, mas tem que representar também o pequeno produtor, o feirante, o trabalhador da zona rural”, declarou.

LEIA MAIS: Botelho descarta apoio a Fávaro e diz que ele não representa a Baixada Cuiabana

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei