Sexta-Feira, 03 de Abril de 2020, 09h:17

Tamanho do texto A - A+

Pinheiro prorrogará medidas de isolamento social contra Covid-19

Por: WELLYNGTON SOUZA

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) anunciou na manhã desta sexta-feira (3), que está em fase de finalização, um decreto que visa prorrogar o período de isolamento social como forma de combater a disseminação do Covid-19, o coronavírus. As ações de confinamento está prevista até o próximo domingo (5).

emanuel pinheiro.jpg

 

“Estou finalizando agora de manhã alguns dispositivos com várias situações que terão que ser prorrogadas na nossa Capital. Estamos seguindo todas as recomendações, orientações técnicas e cientificas do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde para continuar com eficiência preservando a saúde e a vida da população, por isso temos que prorrogar boa parte das nossas ações”, disse em entrevista à rádio Shekinah.

Desde os primeiros casos que começaram a surgir na Capital foram assinados oito decretos em que são adotados medidas de prevenção ao vírus em ações voltadas para as áreas da Educação, transporte coletivo, funcionamento de comércios e saneamento básico.

“Essas medidas com isolamento social é com intuito de proteger a saúde e a vida da população cuiabana dessa luta contra o inimigo invisível [Covid-19] que está assombrando o mundo inteiro. Ainda estou analisando alguns pontos e alguns resultados, mas teremos que prorrogar sim”, declarou.

‘Quem não adotar isolamento pagará com vidas’

No último final de semana, o gestor afirmou que a Capital chegou a um período crucial no combate à pandemia por Covid-19 e pediu a colaboração de todos neste momento classificado por ele como difícil. O emedebista ainda destacou que “quem não fez ou demorou a adotar esses procedimentos [de isolamento social] está pagando essa conta com vidas”.

“Tomamos medidas duras com o único objetivo de defender a saúde e a vida da população. Quem não fez ou demorou a adotar esses procedimentos está pagando essa conta com vidas”, defendeu.

Casos em MT: Cuiabá lidera contaminação

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (02), 41 casos confirmados de coronavírus em Mato Grosso. Um aumento de 13 casos, desde a divulgação da Nota Informativa de quarta-feira (01). Cuiabá tem 25 casos confirmados do vírus.

Nesta sexta-feira (3), a prefeitura de Lucas do Rio Verde (340 km de Cuiabá) confirmou ao HNT/HiperNotícias que o município registrou a primeira morte de Mato Grosso por conta da Covid-19, o coronavírus.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei - 4



2 Comentários

Natãnael - 03/04/2020

Primeiro então o prefeito suspenda de imediato as obras de jardinagem pois não são essenciais a população, coloque agentes da smtu para orientar os usuários do transporte público nos pontos de ônibus tipo estação que estão fechado em seguida inclua no decreto que o salário do prefeito, de seus secretários e dos vereadores ficarão fixados em $1.200,00 sem direito as verbas acessórias. Aí depois terá legitimidade para manter o comércio fechado.

Ellyzabeth - 03/04/2020

Então sr Prefeito, mas segundo a OMS acima de 100 casos que deve-se começar o isolamento social, o sr colocou os cidadãos de Cuiabá em uma situação complicada, não que eu não estaja preocupada com o vírus, mas precisamos de nosso emprego, sem ele não conseguirei receber e aí o município vai arcar? Não né! A briga entre o sr Prefeito e o governo estadual esta colocando as pessoas em mais riscos que o próprio covid-19. Precisa liberar o comércio para voltarmos a nossa vida normal. Claro com todos os cuidados e quem for de risco ficara em casa se cuidando. Dinheiro não da em árvore e não queremos ajuda do governo federal até por que sabemos que não serão todos que conseguirão se enquadrar para receber e muitas empresas também não. Pense e reflita por que ja sabemos que vocês políticos estão seguros com seus salários garantidos e querem que o povo viva de migalhas.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA







Mais Comentadas