Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

Política Sábado, 13 de Agosto de 2022, 14:10 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sábado, 13 de Agosto de 2022, 14h:10 - A | A

MILIONÁRIO DA VEZ

Patrimônio de ex-piloto dobra e soma R$ 27 milhões em 6 anos; Wilson sofre queda pela metade

Na disputa pelo quarto mandato Ondanir Bortolini, o Nininho, registra ascensão patrimonial desde que entrou na política

RAFAEL COSTA
Da Redação

Da relação dos candidatos a deputado estadual pelo PSD, o ex-piloto de Stock Car e ex-presidente do Sindicato Rural de Tangará da Serra (252 km de Cuiabá), Vanderley Reck Junior, declarou à Justiça Eleitoral ter R$ 27,715 milhões em patrimônio.

A quantia de bens mais do que dobrou em um período de seis anos. Quando foi candidato a prefeito de Tangará da Serra nas eleições de 2016, declarou ter R$ 11,653 milhões.

Atualmente, é o candidato mais rico do PSD na disputa à Assembleia Legislativa.

A maior parte dos bens é de veículos, terrenos, propriedade de imóveis, aplicação em investimentos e R$ 158 mil em espécie guardados em conta bancária de sua titularidade.

Até a tarde desta sexta-feira (12), o sistema Divulgacand do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informava a declaração de patrimônio de nove candidatos a deputado estadual pelo PSD.

Em sua quarta disputa a deputado estadual, Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), declarou ter patrîmonio de R$ 6,909 milhões, 40% a mais do que nas eleições de 2018, quando declarou ter R$ 4,924 milhões. Na eleição de 2014, quando também foi eleito, Nininho declarou R$ 2,245 milhões.

Nas eleições de 2010, quando conquistou a primeira suplência, Nininho havia registrado "apenas" R$ 751 mil em bens. O deputado estadual de primeiro mandato, Dr. Gimenez, que busca a reeleição, declarou ter R$ 2,859 milhões. Em 2018, declarou ter R$ 2,482 milhões.

Já o deputado estadual Wilson Santos, que trocou o PSDB pelo PSB para disputar a reeleição e tentar o quinto mandato, pelas declarações de patrimônio feitas à Justiça Eleitoral, diz ter "empobrecido".

São atualmente R$ 450 mil em bens quando, em 2018, detinha R$ 628 mil. Nas eleições de 2016, quando disputou a Prefeitura de Cuiabá, tinha patrimônio de R$ 916 mil. Em 2004, quando foi vitorioso na disputa a prefeito de Cuiabá, Wilson Santos declarou não ter nenhum patrimônio. Quatro anos depois, disputava a reeleição, com R$ 911 mil declarados.

O pecuarista Alcides Szulczewski Filho declarou ter R$ 2,156 milhões. Ainda declararam patrimônio os candidatos Alex Rabelo (R$ 378 mil) e Sivirino Souza dos Santos, o professor Sivirino (R$ 39 mil). Gaspar Domingos Lazari e Josane Dias informaram ter zero patrimônio.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

waldomiro lopes 13/08/2022

É por isso que muitos, mas muitos mesmo querem se perpetuar no poder e outros mais muitos querem entrar para poder ganhar uns troquinhos de milhares de milhões, e também se perpetuarem no poder.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros