Domingo, 06 de Setembro de 2020, 18h:31

Tamanho do texto A - A+

Deputada cita coragem de mulheres que denunciaram advogado por agressão

Por: RAYNNA NICOLAS

A deputada estadual Janaína Riva (MDB) se pronunciou sobre as denúncias contra o advogado Cleverson Campos Contó. Neste domingo (6), a parlamentar replicou a publicação de uma das vítimas no Instagram e disse ter respeito e admiração pelas mulheres que tiveram coragem de denunciar as agressões domésticas. 

Reprodução

cleverson campos contó

 Alexandre Campos Contó. 

"Esse é um tema que todas nós temos que apoiar e auxiliar. Não é fácil se expor dessa forma e ainda assim serem agredidas e desacreditadas por algumas pessoas e alguns sites. Temos que mudar essa realidade de suporte e apoio às vítimas", escreveu a deputada.

A parlamentar também destacou que humanizar o atendimento às mulheres e garantir a celeridade dos processos é sua luta na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). 

Na tarde deste domingo (6), a médica Laryssa Moraes, uma das vítimas que denunciu Cleverson Contó, relatou ficar espantada com a demora nos processos que denunciam a conduta do advogado. 

Em seu Instagram, a médica contou que durante seu relacionamento com Contó, foi espancada brutalmente. Segundo Laryssa, o advogado chegou a quebrar seu nariz, deslocar suas retinas e tentar estuprá-la com um pen-drive. 

Emocionada, Laryssa disse que ainda sofre com o trauma causado pelas agressões de Cleverson. 

No sábado (5), o homem também foi denunciado pela Influencer Digital, Mariana Vidotto. Mariana contou que sofreu todos os tipos de agressões por parte do advogado e que teve que enfrentar problemas de ansiedade depois da separação. 

A blogueira ainda explicou que houve uma união entre outras sete vítimas. "Sozinha não íamos conseguir fazer nada, tanto que ele circula pela sociedade falando sobre o quanto a justiça precisa ser feita", ressaltou.

Na sexta (4), Contó foi denunciado por outras duas mulheres que teriam mantido relacionamentos afetivos com ele. As duas relataram ter sofrido agressões semelhantes às expostas por Laryssa e Mariana. 

 

Credito: Reprodução/Instagram
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei