Quarta-Feira, 12 de Fevereiro de 2020, 11h:56

Tamanho do texto A - A+

Comissão de Ética aprova relatório que pede pela cassação de Abílio

Por: WELLYNGTON SOUZA E FERNANDA ESCOUTO

A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Cuiabá aprovou, nesta quarta-feira (12), o relatório que reúne denúncias contra o vereador Abílio Júnior (PSC) e pede pela cassação do seu mandato.

Assessoria

abilio junior

 

Os integrantes da comissão, os vereadores Toninho de Souza (PSDB) e Vinicius Hugueney (PP), acompanharam o voto do relator Ricardo Saad (PSB). 

"Não é voto de cassar o Abílio, voto de cassar é no Plenário. Vamos encaminhar para CCJ para ver a questão técnica e legal. O que eu acompanhei é que Abílio se encaixa em âmbitos de cassação e advertência, porém o relator é o Saad. Aqui é voto administrativo, parecer técnico e eu vou acompanhar o relator", disse Hugueney. 

O documento segue agora à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Câmara. 

Pedido de cassação

O pedido de cassação de Abílio foi protocolado por seu suplente, Oséias Machado (PSC). O documento cita diversas situações que seriam ‘incompatíveis com o decoro parlamentar, por abuso das prerrogativas constitucionais asseguradas ao vereador’.

Oséas aponta ainda que Abílio responde a 17 boletins de ocorrência. Além de denúncias de coação de servidores públicos, invasão de locais públicos e manuseio de documentos públicos sem autorização. Como também é acusado de invasão de privacidade, desacato e gravação ilegal.

Leia mais: 

Comissão de Ética da Câmara deve decidir sobre cassação de Abílio nesta quarta-feira

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei



Últimas Notícias