Política Domingo, 13 de Novembro de 2011, 17:38 - A | A

Domingo, 13 de Novembro de 2011, 17h:38 - A | A

PREFEITURAS

Campeão de votos em 2010, PR não tem candidatos à prefeituras em 2012

Republicanos como Sérgio Ricardo, Mauro Savi e Wagner Ramos não estão motivados para se lançarem às prefeituras de Cuiabá, Sorriso e Tangará

NOELMA OLIVEIRA

 

Mayke Toscano/Hipernotícias

Wagner Ramos já comuniciou que não quer concorrer à Prefeitura de Tangará da Serra

 

Após ser consolidado nas urnas em 2010 como o maior partido em número de votos, o PR se vê encolhido politicamente sem ter nomes à disputa nos principais colégios eleitorais do Estado.

A estratégia da sigla de colocar deputados estaduais como possíveis candidatos nas cidades-polos parece não ter sido combinada internamente, e os pretensos postulantes de antemão rejeitam entrar na disputa. A reclamação constante é a falta liderança nas decisões partidárias.

Os deputados republicanos Sérgio Ricardo, Mauro Savi e Wagner Ramos, citados como pré-candidatos em Cuiabá, Sorriso e Tangará da Serra, respectivamente, não demonstram até o momento interesse em concorrer.

Wagner já oficializou que não será candidato à Prefeitura de Tangará da Serra. Os outros dois, pelo atual cenário, dificilmente se colocarão à disposição.

O presidente estadual do PR, deputado federal Wellington Fagundes, não descarta aliança com outros partidos em vários municípios. Avaliado como a principal liderança republicana no Estado, o senador Blairo Maggi não tem feito qualquer mobilização no sentido de organizar a sigla. Pelo contrário, nos últimos meses, ele sequer tem participado de reuniões partidárias.

Dos 2,094 milhões de eleitores de Mato Grosso em 2010, 1.073.039 elegeram Blairo Maggi, que obteve votação maior do que a do governador reeleito Silval Barbosa (PMDB), com 759.805 votos.

A expressividade do PR nas urnas não superou o fato de o principal cargo político do Estado ficar com o peemedebista, aliada à falta de organização interna na sigla republicana.

Para complicar a situação do PR, várias baixas foram registradas com a criação do PSD, há dois meses. A dissidência mais significativa em número de votos e pela representatividade do cargo foi a do deputado federal Homero Pereira.

O PR elegeu os dois deputados federais mais votados em 2010. Wellington Fagundes com 145.460 mil votos e Homero Pereira 112.421 mil votos. À Assembleia Legislativa foram eleitos seis deputados, a maior bancada, com Sérgio Ricardo – 87.407 mil votos – o segundo mais votado em todo o Estado.

Também eleitos Sebastião Resende – 51.552, Mauro Savi – 47.663, Wagner Ramos – 32.270, João Malheiros – 23.551 e Hermínio Barreto – 22.825.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

TREZE 14/11/2011

MAIS DE HUM MILHAO DE VOTOS JOGADOS FORA NO SENADO DE MT. BLAIRO... ROO-MT, É SEU LUGAR. VAI LA ELEGER ADILTO PARA PREFEITO E MUITO OBRIGADO, DEPOIS SAI DESSA VIDA DE POLITICO. O ASFALTO DE CURVELANDIA à CARAMUJO É UMA MERDA A 9 ANOS. NAO ESQUECI QNDO VEIO AQUI COM PH E PEDIU UMA OPORTUNIDADE DE GOVERNAR MT. SO ESQUECEU AQUI TBEM É MATO GROSSO

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros