Sábado, 13 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

Política Quarta-feira, 05 de Outubro de 2022, 16:10 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 05 de Outubro de 2022, 16h:10 - A | A

CASSAÇÃO DE PACCOLA

Autora de pedido de cassação, Edna cita gestos intimidatórios e avalia pedir proteção à Câmara

Vereadora deve debater a necessidade da medida com sua equipe de advogados e com a Mesa Diretora da Câmara, inclusive com o presidente Juca do Guaraná (MDB), que foi acusado pelo vereador cassado, Marcos Paccola, de integrar uma "organização criminosa"

RAYNNA NICOLAS E ALEXANDRA LOPES
Da Redação/Do Local

A vereadora Edna Sampaio (PT) avalia se vai pedir medidas protetivas depois da cassação do colega de parlamento, Marcos Paccola (Republicanos), nesta quarta-feira (5). Ela foi a autora do pedido que culminou na perda de mandato do vereador. Segundo Edna, durante a sessão, várias ameaças e mensagens de ódio foram endereçadas às suas redes sociais. 

LEIA MAIS: Vereadores aprovam cassação de Paccola por homícidio de agente socioeducativo

"Eu me sinto ameaçada pelas frases de ódio que recebi nas redes sociais durante a sessão e havia um senhor em cima, do lado dos que defendiam o Paccola, fazendo gestos intimidatórios para mim, inclusive indiquei isso para a Mesa", declarou. 

Apesar de estar ideologicamente no lado oposto ao de Paccola, Edna adjetivou a cassação como 'infeliz'. À imprensa, ela ressaltou que Paccola tinha a autorização do povo para legislar, mas que a perda do mandato foi 'necessária'. 

"Não é um dia alegre, não é uma decisão feliz. É uma decisão necessária e infeliz, porque a infelicidade aconteceu aqui nesse paralmento e era necessário tomar providência com relação a isso", comentou. 

Quanto ao pedido de proteção, Edna deve debater a necessidade da medida com sua equipe de advogados e com a Mesa Diretora da Câmara, inclusive com o presidente Juca do Guaraná (MDB), que foi acusado por Paccola de integrar uma 'organização criminosa'. 

LEIA MAIS: Paccola acusa vereadores favoráveis a cassação de integrarem organização criminosa; veja vídeo

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Benedito Rubens de Amorim 06/10/2022

MT tem histórico de perseguição política de quem fica com essas coisas de fazer justiça. E acaba não dando em nada.

positivo
0
negativo
0

Paulo Souza 05/10/2022

Tem que tomar cuidado mesmo, pois esta Turma dos Bozolóides são agressivos, raivosos e covardes pois atiram até pelas costas. Eles falam que defendem a liberdade de expressão mais na verdade eles querem é liberdade para agressão.

positivo
0
negativo
0

2 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros