Sábado, 05 de Maio de 2018, 15h:40

Tamanho do texto A - A+

Um dos autores de arrombamentos de caixas eletrônicos mais atuantes do País é preso em Porto Velho

Por: DA REDAÇÃO

Um dos ‘caixeiros’ (especializado em arrombamento de caixas eletrônicos) mais atuantes do país, que vem agindo em Mato Grosso e outros Estados nos últimos anos, foi preso na quinta-feira (03.05), após troca de informações entre a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Judiciária Civil, e Polícia Civil do Estado de Rondônia.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

policia civil/gcco

 

Marcio Almeida Lima, conhecido como “Márcio Conan” é um criminoso contumaz com várias passagens por crimes contra o patrimônio em diversos Estados do país. O criminoso já foi preso em outras ocasiões em Mato Grosso e em Tocantins e era investigado pela Polícia Federal. Ele estava com mandado de prisão decretado pela 2ª Vara Criminal de Cuiabá e estava usando documento falso no momento de sua prisão.

 

O suspeito foi preso na companhia de outros criminosos em uma ação da Delegacia de Patrimônio de Porto Velho (RO), em ação realizada no bairro Ulisses Guimarães, zona Leste do município. Na ocasião, o suspeito e comparsas foram detidos com porções de entorpecentes.

 

Entre os comparsas de Márcio, estava um traficante e outros suspeitos de envolvimento em arrombamentos de caixas eletrônicos. No momento da abordagem, Márcio tentou reagir a prisão e empreender fuga, mas foi detido pelos policiais. Questionado, ele apresentou documentos de identificação com outro nome.

 

Diante da suspeita da verdadeira identidade do conduzido, a Polícia Civil de Rondônia entrou em contato com GCCO, que prontamente reconheceu Márcio como criminoso contumaz em arrombamentos a caixas eletrônicos praticados em Mato Grosso. O suspeito era investigado e já foi preso em flagrante em ações anteriores realizadas pelo GCCO.

 

Durante a filtragem dos dados, além de confirmar que o suspeito estava utilizando documento falso, os policiais do GCCO informaram sobre um mandado de prisão da 2ª Vara Criminal de Cuiabá, em aberto expedido contra ele.

 

Diante dos levantamentos, o delegado do GCCO, Diogo Santana Souza, determinou a imediata remessa da ordem de prisão ao Estado de Rondônia para que os policiais da Delegacia de Patrimônio de Porto Velho dessem cumprimento ao mandado.

 

Durante a filtragem dos dados recebidos além de confirmar que Márcio Conan estava usando documento falso os policiais do G.C.C.O. ainda informaram que havia contra ele Mandado de Prisão a ser cumprido.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei - 1

Leia mais sobre este assunto