Terça-feira, 25 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

Polícia Sábado, 22 de Dezembro de 2018, 16:06 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sábado, 22 de Dezembro de 2018, 16h:06 - A | A

"VAI NAMORAR COMIGO SIM"

Seminua, ex-garota de programa invade casa de antigo companheiro para reatar namoro

LUIS VINICIUS

Uma mulher, identificada como A.D.S., 21 anos, foi presa pela Polícia Militar sob suspeita de invadir a casa do seu ex-namorado e tentar manter relações sexuais com o homem, na madrugada deste sábado (22), na cidade de Cláudia (600 km ao Norte de Cuiabá). A agressora disse que a vítima teria posto fim ao relacionamento quando descobriu que a jovem já teria trabalhado como garota de programa na cidade.

 

Policia militar/noite

 

A confusão começou quando a vítima entrou na sua residência e encontrou a suspeita deitada em seu colchão seminua. Em seguida, o homem pediu para a mulher se retirar e, diante do pedido, a jovem ficou irritada e agrediu a vítima com tapas e xingamentos.

 

Durante as agressões, a suspeita gritava que era mulher da vítima e que ele deveria continuar o namoro com ela.

 

Em determinado momento, a vítima conseguiu desvencilhar-se da ex-companheira e acionou a Polícia Militar que foi ao local.

 

Ao ser questionada, a mulher disse que não iria sair da residência, pois ela era a namorada do homem. A suspeita explicou que o término aconteceu após a vítima descobrir que ela já trabalhou como garota de programa.

 

Diante da confusão, o casal foi encaminhado à delegacia para prestar depoimentos ao delegado de plantão.

 

O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros