Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

Polícia Quinta-feira, 06 de Outubro de 2022, 11:09 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 06 de Outubro de 2022, 11h:09 - A | A

TENTOU TOMAR ARMA

Homem é morto durante abordagem policial no centro de Rondonópolis

Vítima foi perseguida pelo policial e, quando o investigador conseguiu fazer novamente a abordagem, o suspeito avançou contra ele e tentou tomar a arma do investigador, que acabou atirando

MÁRCIA TOMAZ
Da Redação

Um homem ainda não identificado foi morto com um tiro no abdômen por um investigador da Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (6), na rua Fernando Corrêa da Costa, região central de Rondonópolis (220 km de Cuiabá). O fato ocorreu durante uma abordagem policial. A vítima não portava nenhum documento.

De acordo com boletim de ocorrência, um investigador da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município avistou uma pessoa em situação suspeita na região central e, ao tentar abordá-la, o suspeito acabou fugindo.

Nesse momento, começou uma perseguição, quando o investigador conseguiu fazer novamente a abordagem, mas o suspeito avançou contra o policial e tentou tomar a arma do investigador, que acabou atirando contra ele.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência chegou a ser acionada, mas o homem não resistiu e morreu dentro da viatura a caminho da unidade de saúde.

Em nota, a Polícia Civil informou que está apurando a ocorrência, assim como a identificação do suspeito.  

Ainda conforme a Polícia Civil, testemunhas do fato estão sendo ouvidas na Delegacia Regional de Rondonópolis e, posteriormente, o investigador também será ouvido.

 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros