Polícia Segunda-feira, 27 de Junho de 2022, 15:45 - A | A

Segunda-feira, 27 de Junho de 2022, 15h:45 - A | A

JÁ CONDENADO POR ESTUPRO

Homem diz que é normal sexo entre pai e filha para abusar de criança de 13 anos

Durante as investigações, os policiais da DEDM descobriram que o suspeito estava em prisão domiciliar, por conta de uma condenação de 12 anos também pela prática de estupro de vulnerável

DA REDAÇÃO

Reprod.

image

Um pai suspeito de abusar sexualmente da filha de 13 anos de idade foi preso pela Polícia Civil no domingo (26), na cidade de Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá). O homem alegava que era normal ocorrer relações sexuais entre pai e filha e que como pai tinha o direito de tocá-la.

O suspeito, de 39 anos, é pai biológico da vítima, fruto de um relacionamento extraconjugal e se aproximou da filha recentemente, aproveitando os momentos com ela para praticar os abusos.

As investigações iniciaram no ínicio do mês, quando a mãe da adolescente compareceu à Delegacia da Mulher para denunciar que a filha foi vítima de estupro praticado pelo próprio pai. Segundo as informações, o suspeito não acompanhou o crescimento da menina e passou a se aproximar da menor em 2021.

Ele aproveitava os momentos em que estava com a guarda da menina para praticar os abusos, ocasião em que dizia que era normal ocorrer relações sexuais entre pai e filha e que, como pai, tinha o direito de tocá-la.

Durante as investigações, os policiais da DEDM descobriram que o suspeito estava em prisão domiciliar, por conta de uma condenação de 12 anos também pela prática de estupro de vulnerável, recebendo o benefício de cumprir pena em casa, em razão de doença pulmonar no auge da pandemia da covid-19.

Diante dos fatos, o delegado titular da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Tangará da Serra, Gustavo Espindula de Souza, representou pela prisão preventiva do suspeito, que foi deferida pela Justiça e cumprida pelos policiais da especializada no domingo. O suspeito foi conduzido à delegacia para as providências cabíveis e, posteriormente, colocado à disposição da Justiça.

 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros