Mundo Terça-feira, 27 de Dezembro de 2011, 08:02 - A | A

Terça-feira, 27 de Dezembro de 2011, 08h:02 - A | A

TRATAMENTO

Washington permitirá que presidente do Iêmen receba tratamento médico nos EUA

Segundo o "New York Times", Washington acredita que receber Saleh não irá interferir no processo eleitoral do Iêmen

PORTAL R7

Imagem da Internet

Ali Abdullah Saleh, irá ingressar nos EUA para receber tratamento médico

O governo americano permitirá que o presidente iemenita, Ali Abdullah Saleh, ingresse no país para receber tratamento médico, segundo indicaram nesta segunda-feira fontes da administração de Barack Obama ao diário "The New York Times".

Saleh pode aterrissar em Nova York no final desta semana para ser hospitalizado em um centro médico dessa cidade, onde será tratado dos ferimentos provocados por um atentado a bomba em junho, em uma mesquita dentro do complexo presidencial em Sana.

Segundo o diário, as autoridades americanas debateram muito sobre a conveniência de acolher o autoritário líder iemenita, que respondeu aos protestos populares contra si com uma dura repressão dirigida pelas forças de segurança.

O presidente iemenita declarou no último sábado que planejava deixar o Iêmen enquanto são organizadas as eleições de 21 de fevereiro, que abrirão um processo de transição após três décadas do regime de Saleh.

Segundo o "New York Times", Washington acredita que receber Saleh não irá interferir no processo eleitoral do Iêmen, ao tempo que limitará o número de pessoas que poderão viajar com ele.

No entanto, o Governo americano segue cauteloso, já que o fato de acolher Saleh pode alimentar queixas da oposição iemenita, que deseja que o líder seja julgado e condenado no Iêmen.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros