Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Justiça Sábado, 26 de Novembro de 2016, 14:14 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sábado, 26 de Novembro de 2016, 14h:14 - A | A

ELEIÇÃO NO MPE

Procuradores e promotores já podem votar para a escolha do novo chefe do MPE

JESSICA BACHEGA

As cédulas para votação do próximo procurador-geral da Justiça já foram encaminhadas para ao procuradores e promotores de Justiça do Estado e o resultado na eleição será divulgado no próximo dia 14.  O candidato eleito irá substituir o atual chefe do Ministério Público Estadual (MPE), Paulo Prado, no biênio 2017/2018.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

paulo prado

 

São candidatos ao cargo os promotores de Justiça, Ana Luiza Peterlini, José Antônio Borges Pereira e Mauro Benedito Pouso Curvo e a procuradora Eliana de Sá Maranhão.

 

Conforme a assessoria de imprensa do MPE, cada membro tem direito a três votos. Eles podem encaminhar as cédulas pelo Correios ou entregar pessoalmente na sede do Ministério Público.

 

A eleição define uma lista tríplice que será encaminhada ao governador Pedro Taques (PSDB). Ele terá 15 dias para indicar o nome ao cargo. Ele não precisa necessariamente escolher o candidato mais votado entre os procuradores e promotores, porém  nas últimas eleições o chefe do Executivo tem acompanhado o voto dos representantes do MPE e nomeado o candidato que encabeça a lista tríplice.

 

José Antônio Borges disputou pelo menos três vezes a chefia do MPE. Em uma delas saiu vencedor, porém, não foi nomeado devido uma lei que permitia apenas procurador de Justiça assumir a Procuradoria Geral de Justiça (PGJ).

 

Nos dois últimos pleitos, Borges, que atua na área da Infância e Juventude, perdeu para Prado por apenas 14 votos. O promotor Mauro Curvo, que exerce a função de secretário-geral da PGJ desde a gestão do promotor Marcelo Ferra, anterior a Prado, sai fortalecido à disputa pelo seu conhecimento em gestão.

 

Curvo é o único concorrente lotado em Várzea Grande. A procuradora Eliana Maranhão, hoje sub-procuradora na gestão de Prado, se apresenta como forte concorrente pelas funções exercidas no Ministério Público . Ela já foi Corregedora-geral de Jutiça, Ouvidora Geral e coordenou o Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco).    

 

Ana Luiza Pertelini, ex-secretária de Meio Ambiente do Governo do Estado, nunca disputou a Procuradoria Geral de Justiça. Mesmo com a discrição do processo, ela é considerada candidata da oposição. 

 

Esta semana o governador se reuniu com todos os candidatos.

 

Votam em Mato Grosso 32 procuradores e 215 promotores de Justiça.

 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros