Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

Justiça Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022, 16:48 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022, 16h:48 - A | A

DE OBJETO E PÉ

MP cobra certidões que comprovem elegibilidade e Júlio tem 3 dias para salvar candidatura

Segundo o Ministério Público, não foram encontradas as certidões de objeto e pé, que permitem a aferição de possíveis restrições à elegibilidade do ex-governador

RAYNNA NICOLAS
Da Redação

O ex-governador Júlio Campos (UB) foi intimado a corrigir, dentro do prazo de três dias, erros que podem inviabilizar sua candidatura à Assembleia Legislativa. Isso porque, segundo o Ministério Público Eleitoral (MPE), Júlio Campos deixou de anexar documentos que comprovam sua elegibilidade.

Na última sexta-feira (12), o MP analisou o registro de candidatura do ex-governador no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e constatou a existência de anotações nas certidões referentes aos processos que tem Júlio Campos como réu. 

Contudo, segundo o Ministério Público, não foram encontradas as certidões de objeto e pé, que permitem a aferição de possíveis restrições à elegibilidade do ex-governador.

"Destaca-se que os documentos são especialmente inaceitáveis porquanto imprestáveis para se verificar a inexistência de causa de inelegibilidade", diz trecho da manifestação.

Diante das irregularidades, o ex-governador foi initmado para que, no prazo de três, dias apresente as certidões ausentes com relação aos processos criminais ou de improbidade que eventualmente tramitem em seu desfavor, sob pena de indeferimento do registro da candidatura. 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros