Sábado, 15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

Polícia Segunda-feira, 13 de Maio de 2024, 14:41 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 13 de Maio de 2024, 14h:41 - A | A

CRIMES SEQUENCIAIS

Dono de distribuidora e funcionário da empresa são executados em pontos distintos da Capital

Uma das vítimas foi morta a pauladas e encontrada na casa do patrão; já o empresário, que era cadeirante, foi afogado e teve o corpo desovado às margens do rio Coxipó

SABRINA VENTRESQUI
Da Redação

Dois homens foram brutalmente assassinados na noite de sexta-feira (10), em Cuiabá. As vítimas foram identificadas como Fabrício Silva Babugem, de 37 anos, e Jorge Luiz Santos de Oliveira, de 26 anos, dono de uma distribuidora e funcionário da empresa, respectivamente, conforme informações divulgadas pelo Programa do Pop, da TV Cidade Verde, exibido nesta segunda-feira. Os corpos foram encontrados em locais distintos da Capital. 

O corpo de Jorge Luiz foi encontrado às 21h30 na residência de Fabrício, localizada no bairro Dr. Fábio 2. Ele teria sido morto a pauladas. No local, havia muito sangue e pedaços de madeira. 

Segundo o registro da Polícia Civil, uma equipe foi acionada e recebeu informações de um suposto sequestro em uma região de chácaras na rua dos Trabalhadores, no Dr. Fábio 2.  Quando os policiais chegaram ao local, depararam-se com o portão aberto e o corpo da vítima em um dos cômodos. 

Cerca de duas horas depois, às 23h30, uma equipe da Polícia Militar foi acionada e recebeu informações de que Fabrício, que era cadeirante, havia sido sequestrado em sua residência. Além disso, os bandidos levaram o veículo Chevrolet Ônix da vítima.

Em seguida, os militares foram informados de que um carro com as mesmas características foi visto se deslocando sentido à Ponte de Ferro, na região do Coxipó do Ouro.

Diante da situação, os agentes foram até o local e encontraram o carro abandonado, com sinais de ter sofrido um princípio de incêndio. 

Os policiais encontraram Fabrício já sem vida às margens do rio Coxipó. O corpo estava molhado e com sinais de afogamento. Fabrício já tinha antecedentes criminais por homicídio e era monitorado por tornozeleira eletrônica. 

Os locais onde os crimes ocorreram foram periciados pela Perícia Oficial e Identificação Técnica.

A Polícia Civil investiga a motivação e autoria do duplo homicídio. 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros