Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

Justiça Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 17:05 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 17h:05 - A | A

DISPUTA NA AL

Delegado apresenta manifestação ao TSE pedindo recontagem de votos e mira cadeira de Juca

Requerimento se baseia em reviravolta na Justiça Federal que anulou acórdão do TCU que tornou o ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto Schwarz de Melo (PL), inelegível

RAYNNA NICOLAS
Da Redação

O ex-deputado Delegado Claudinei (PL) apresentou manifestação ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a atualização do cálculo do quociente eleitoral das eleições proporicionais de 2022 em Mato Grosso. Com isso, ele teria direito à cadeira de Juca do Guaraná (MDB) na Assembleia Legislativa. 

O Requerimento se baseia em reviravolta na Justiça Federal que anulou acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU), tornando o ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto Schwarz de Melo (PL), inelegível.

LEIA MAIS: Decisão favorável a ex-prefeito de Chapada reacende debate sobre cadeira de Juca na AL

No âmbito do TSE, ação originária versa sobre pedido de registro da candidatura de Gilberto. O ex-prefeito chegou a concorrer sub judice, mas os 7,2 mil votos depositados nele foram congelados devido à ineligibilidade. 

Acórdão do TCU se baseou em supostas irregularidades em convênios firmados entre a Prefeitura de Chapada e a União que levaram à reprovação das contas da cidade. Ocorre que, conforme a Justiça Federal, a Corte de Contas deixou transcorrer o prazo de cinco anos do prazo prescricional.

Contudo, agora, com o entendimento de que a decisão do TCU é nula, Claudinei defende o descongelamento dos votos, o que resultaria num novo cálculo das eleições de 2022.

A contagem aumentaria o quociente eleitoral do PL, colocando Claudinei na lista de eleitos. Devido às regras das eleições proporcionais, o candidato liberal, que obteve 21.317, votos acabou perdendo a vaga para Juca do Guaraná (MDB), que recebeu 20.723 votos e foi empossado deputado estadual. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros