Quinta-feira, 18 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,48
euro R$ 6,00
libra R$ 6,00

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,48
euro R$ 6,00
libra R$ 6,00

Cuiabanália Quarta-feira, 10 de Julho de 2024, 14:41 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 10 de Julho de 2024, 14h:41 - A | A

Feira de Inovação e Empreendedorismo do UNIVAG apresenta projetos dos alunos

Graduandos colocam em prática conhecimentos adquiridos na sala de aula

REDAÇÃO

A criatividade e a iniciativa dos alunos foram colocadas em prática durante a Feira de Projetos, Empreendedorismo e Inovação do UNIVAG - Centro Universitário de Várzea Grande. Realizada de 1 a 4 de julho, a feira marca o fim dos semestres e envolve todas as áreas de conhecimento da instituição.

O evento tem como objetivo apresentar os Projetos Integradores, desafiando os alunos a vivenciarem experiências que desenvolvem competências profissionais em suas áreas de formação. A iniciativa do Centro de Empreendedorismo e Inovação para Fomento da Cultura Empreendedora (Inovag) incentiva a criação e a apresentação de ideias inovadoras que podem moldar o futuro.

Segundo o diretor da área de Ciências Sociais Aplicadas, professor Doutor Peter Wilhelms, os alunos são incentivados a desenvolver competências atitudinais, como persistência, busca de informações, independência e autoconfiança, ao cumprirem esses desafios.

"É o momento em que os alunos conseguem aplicar, raciocinar e manusear todo o conhecimento prático que adquiriram. A feira dos Projetos Integradores é fundamental nesse processo. É a oportunidade de demonstrar e compartilhar tudo o que estão fazendo, o que é crucial para a aprendizagem", destacou Wilhelms.

Realizada nos Blocos C e D, a feira contou com a apresentação de mais de 450 projetos de alunos dos cursos de Ciências Sociais Aplicadas, Ciências da Saúde, Ciências Humanas, Graduação Tecnológica, Ciências Agrárias e Engenharias.

Competências na prática

O grupo de Yasmin Arielle, aluna de Publicidade e Propaganda, destacou-se pela criatividade. Com o tema Dia dos Namorados, desenvolveram um plano de marketing para a Floricultura Cuiabá.

"Baseado nas expectativas do cliente, analisamos os ambientes interno e externo, identificamos fraquezas e oportunidades e encontramos um problema. Como a empresa atua tanto fisicamente quanto digitalmente, os clientes não fechavam vendas pelo site. Criamos a estratégia 'caixa data', onde o cliente monta sua própria caixa de presentes pelo site e recebe em casa. Assim, trabalhamos com clientes reais e trouxemos soluções", explicou Yasmin, aluna do 7º semestre.

Outro desafio foi desvincular a marca Coca-Cola do refrigerante Ice Cola, enfrentado pelo grupo de John Gabriel da Silva Oliveira Santos. Utilizando a estratégia de marketing advergaming, criaram um jogo para promover a marca.

"Precisávamos solucionar a questão da identidade visual similar à concorrente. Desenvolvemos um jogo personalizado, com a essência e a regionalidade da Ice Cola, melhorando as vendas e aumentando a base de clientes", afirmou John Gabriel, aluno do 2º semestre de Publicidade e Propaganda.

Alunos do 3º semestre de Educação Física, observando o uso inadequado de equipamentos em academias ao ar livre, desenvolveram o projeto piloto “Academia do Futuro”. Através de QR Codes, os usuários acessam vídeos demonstrativos sobre o uso correto dos aparelhos, como explicou Júlio César Barbedo.

"Aplicamos o projeto no Parque Berneck, em Várzea Grande. Colocamos adesivos com QR Codes em três equipamentos. Apontando a câmera do celular, a pessoa é direcionada para um vídeo que explica o uso correto do aparelho. O projeto é de baixo custo e tem resultados positivos, podendo ser ampliado. Sinto-me realizado por participar deste trabalho", destacou Júlio César.

Alunos do 1º semestre de Fisioterapia desenvolveram o Fisioconet, programas personalizados para idosos que promovem independência funcional, prevenindo quedas e lesões e contribuindo para o bem-estar físico e mental.

"O objetivo é facilitar o acesso ao tratamento para idosos com dificuldades de locomoção. Adaptamos um aparelho com elástico de fácil uso que promove autonomia, podendo ser usado em qualquer lugar. A experiência prática adquirida com este projeto é algo que levarei para a vida", afirmou Daniel José Pereira da Cunha.

Alunos de Engenharia Civil desenvolveram laudos técnicos de vistoria predial, analisando o cumprimento das normas ABNT, instalações elétricas e hidrossanitárias e arquitetura. O laudo foi realizado voluntariamente no bloco infantil da Escola Presbiteriana de Cuiabá.

"Desenvolver um laudo predial já no 7º semestre é muito enriquecedor para nosso futuro profissional. Promover mudanças na sociedade através do nosso trabalho é gratificante", disse Lorenzo Pfeil, aluno de Engenharia Civil.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros