Sábado, 13 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

Cuiabanália Domingo, 23 de Junho de 2024, 09:50 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Domingo, 23 de Junho de 2024, 09h:50 - A | A

LITERATURA

Escritor e cineasta lança livro sobre experiência de ser negro em Cuiabá

Cerimônia ocorrerá no Museu de Imagem e Som de Cuiabá em 2 de julho

DA REDAÇÃO

O cienasta e escritor, Wuldson Marcelo lançará, no dia 2 de julho, o livro intitulado “se quer que algo tenha fim, não se cale”, que conta histórias sobre a experiência de ser negro em Cuiabá. É a 6ª obra do escritor que desta vez, conta com ilustrações de Lua Brandão. O lançamento ocorrerá no Museu de Imagem e Som de Cuiabá (Misc), no centro da cidade, a partir das 19h. 

O livro possui 100 minicontos.  Wuldson conta que a ideia do livro nasceu após ver uma indagação nas redes sociais de um homem questionando se escritores negros são capazes de escrever histórias para além da temática racial. “Ninguém contesta autores vinculados a uma tradição judaica ou de origem italiana que escrevem títulos e mais títulos sobre sua família, imigração ou pertencimento”, aponta.  

Mesmo abordando sobre os tensionamentos raciais, o livro não aborda somente as dores que o racismo traz. O autor diz que “o livro também fala de amor, de carinho, de empatia e de generosidade. Acredito que, em última instância, trata-se de laços, de escolhas, paixões, vivências identificáveis, por mais que tenhamos experiências distintas”, explica.

A cerimônia de lançamento dividirá espaço com a exposição itinerante  "A festa tradicional de São Benedito", realizada pelo Museu Arte Sacra. A exposição teve início na última quinta-feira (13) e vai até o dia 13 de setembro. A mostra celebra, através de fotografias, as comemorações tradicionais do município e região das festas de São Gonçalo, Divino Espírito Santo e São Benedito.

Atração artística da noite, Marina Borealis fará um repertório com clássicos do samba, além de faixas autorais. A cantora também integra o grupo de samba feminino da baixada cuiabana Sasminina.

O livro “Se quer que algo tenha fim, não se cale” teve fomento do edital complementar Estevão de Mendonça (nº 01/2022), com o patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso (SECEL), apoio do Museu da Imagem e Som de Cuiabá (MISC) e a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer de Cuiabá.

A entrada na cerimônia é gratuita. O MISC se localiza na rua 7 de Setembro, nº 1, no Centro Norte de Cuiabá.

SINOPSE DA OBRA

  “Se quer que algo tenha fim, não se cale” é um livro de minicontos que trata da vivência de pessoas negras em Cuiabá e dialoga com a experiência de ser negro em um mundo globalizado que opera sob o racismo institucional, estrutural e recreativo. Os minicontos vão além de denunciar o sofrimento causado pelo preconceito racial, trazendo histórias sobre amor, religião e relações interpessoais. “Se quer que algo tenha fim, não se cale” é dividido em três partes e conta com ilustrações de Lua Brandão. 

Conheça Wuldson Marcelo

Wuldson Marcelo. Mestre em Estudos de Cultura Contemporânea (UFMT) e graduado em Filosofia (UFMT). É escritor, continuísta, realizador audiovisual, roteirista e editor da revista digital Ruído Manifesto. Integrante do Aquilombamento Audiovisual Quariterê desde a sua fundação, em 2017, é um dos curadores da Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso. Além disso, faz parte do Coletivo Miraluz Films. Autor dos livros As luzes que atravessam o pomar e outros contos (Editora Carlini & Caniato, Cuiabá, 2018), Obscuro-shi – Contos e desencontros em qualquer cidade (Editora Carlini & Caniato, Cuiabá, 2016) e Subterfúgios Urbanos (Editora Multifoco, Rio de Janeiro, 2013).

Conheça Lua Brandão 

Lua Brandão é uma artista cuiabana e formada em Publicidade e Propaganda pela UFMT. Em 2018 ilustrou o seu primeiro livro com o seu personagem autoral, Boneco de Osso, para o autor Wuldson Marcelo. Em 2021 ilustrou o livro Antologia de Contos e Poemas | Prêmio Rodivaldo Ribeiro de Literatura. Atualmente a artista trabalha com sua marca autoral e tem seu ateliê dentro de uma Kombi que viaja o Brasil. Atualmente a artista trabalha com sua marca autoral e tem seu ateliê dentro de uma Kombi que viaja o Brasil.

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros