Copa Pantanal Domingo, 26 de Junho de 2011, 12:15 - A | A

Domingo, 26 de Junho de 2011, 12h:15 - A | A

SÓ OS MELHORES

Cuiabá fica fora dos jogos do Brasil na Copa de 2014

Além da Capital de Mato Grosso, foram excluídas as arenas de Manaus, Curitiba, Recife e Natal

DA REDAÇÃO

 

Arquivo

 

A Fifa definiu que Cuiabá, Manaus, Curitiba, Recife e Natal estão fora do roteiro da seleção nos jogos da Copa em 2014. As arenas dessas cidades abrigarão cerca de 40 mil torcedores. A exigência é por maiores estádios.

Assim, caso o time chegue até a final, Rio, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte vão receber a seleção. Fortaleza, Salvador e Porto Alegre disputam as últimas vagas para abrigar os jogos da equipe nacional.

De acordo com a ideia da Fifa, o Brasil deve jogar em, no máximo, seis cidades. Os finalistas farão sete partidas ao todo na Copa.
 
Dos estádios do Rio, de São Paulo, de Brasília e de Belo Horizonte, o menor (o Mineirão) terá capacidade para 65 mil torcedores.

Os outros dois estádios, que poderão receber os jogos do Brasil, ainda não foram definidos. Fortaleza, Salvador e Porto Alegre levantam arenas para aproximadamente 60 mil torcedores e são as opções.

ARENA PANTANAL

Em Cuiabá, o governador do Estado, Silval Barbosa, reuniu-se com o presidente da Agecopa, Eder Moraes, na manhã de sábado (25) para receber informações sobre o andamento de todas as obras e projetos para a Copa.

Silval Barbosa pediu informações específicas sobre alguns projetos e contou que esta semana sobrevoou as áreas que poderão abrigar o Centro de Treinamento em Várzea Grande.

Com engenheiros e técnicos da autarquia, Eder Moraes detalhou ao governador as fases em que se encontram cada uma das obras e licitações de projetos de mobilidade urbana, com prazo de entrega do projeto, status da execução e em uma segunda planilha também apontou o acompanhamento de obras de responsabilidade do Dnit e de secretarias estaduais.

Moraes destacou ao chefe do Executivo que os profissionais da Agecopa estão reduzindo ao máximo o número de desapropriações com a adequação de projetos.

“A Arena já está quase 30% concluída e essa é uma grande demonstração de que o cronograma está sendo cumprido em Mato Grosso”, disse o governador.

A etapa de edificação da superestrutura da Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), avança com fixação dos pilares e instalação dos blocos de concreto, o que dará forma ao novo Verdão.

As fases de drenagem e fundação já estão adiantadas, com 90% de execução dos trabalhos. Também já foi iniciada a terraplanagem do local onde será fixado o gramado do campo de futebol. (Com Folha de S.Paulo e Agecopa)

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros