Copa Pantanal Domingo, 18 de Setembro de 2011, 18:05 - A | A

Domingo, 18 de Setembro de 2011, 18h:05 - A | A

MATO GROSSO

Agecopa anuncia investimento de R$ 6 mi em segurança à Copa do Mundo

Recursos serão aplicados na ampliação do hangar do Centro Integrado de Operações Aéreas, no Aeroporto Marechal Rondon; Batalhões também vão receber melhorias

DA REDAÇÃO

Marcos Vergueiro/Secom-MT

Recurso da Agecopa também será aplicado na Polícia Militar, em reforma de batalhão

O presidente da Agecopa, Eder Moraes, anunciou investimento de R$ 6 milhões na Segurança Pública, destinados para construção de um novo hangar do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). Com oito aeronaves e aumento do efetivo o espaço atual se tornou insuficiente.

O investimento foi anunciado durante visita de Eder Moraes ao Ciopaer, no aeroporto Marechal Rondon, em Cuiabá, quando o presidente da Agecopa conheceu a estrutura existente e também a meta do grupamento aéreo para a Copa 2014.

O tenente-coronel Heverton Mourett, coordenador de operações aéreas da Secretaria de Segurança Pública (Sesp), mostrou que a proposta é melhorar a capacidade operacional do grupo no reforço de resgate e evacuação aeromédico, recepção e transportes de autoridades e apoio a operações especiais.

Saúde e segurança são prioridades para a realização de um evento mundial. As obras e ações de Segurança Pública foram vinculadas recentemente à presidência da Agecopa, com o objetivo de garantir a necessária celeridade aos procedimentos.

Entre as principais ações a construção do novo IML (Instituto Médico Legal), do Centro de Controle de Comando, do 10º Batalhão da PM, do Batalhão do Regimento de Cavalaria, Delegacias Especializadas e uma base comunitária (projeto piloto) no bairro Santa Isabel.

"Estamos investindo na Segurança por ser área prioritária, temos que estar prontos para recepcionar os turistas e garantir a ordem pública para quem nos visita e para os cidadãos mato-grossenses", destacou o presidente da Agecopa.

A Agecopa trabalha em sintonia com o secretário de Estado de Segurança Pública, Diógenes Curado, e que tem o aval do governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, para remanejar recursos dentro do orçamento da autarquia.

Está previsto ainda o investimento de R$ 14 milhões em equipamentos para segurança na fronteira.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros