Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020, 10h:32

Tamanho do texto A - A+

Unimed Cuiabá alerta para aumento no número de partos agendados

Por: REDAÇÃO

Respeitar o ciclo para o nascimento é essencial para a saúde do bebê e da mamãe. Pensando nisso, a Unimed Cuiabá, por meio do Programa Parto Adequado (PPA), vem reforçando o alerta e apontando os riscos que envolvem as cesarianas desnecessárias, que tem alta no agendamento no período de dezembro a fevereiro.

Reprodução

Parto agendado unimed


A médica coordenadora do Programa Parto Adequado na Unimed Cuiabá, Dra. Fernanda Monteiro de Paula Siqueira Juveniz, explica que feriados prolongados e períodos de festas aumentam a procura por partos agendados. Estudos científicos apontam que bebês nascidos de cesarianas apresentam riscos maiores de intercorrências respiratórias e são internados em UTI neonatal com mais frequência. Quando não tem indicação clínica, a cesariana aumenta em 120 vezes a probabilidade de problemas respiratórios para o recém-nascido e triplica o risco de morte da mãe.

“Não há evidências científicas que justifiquem agendar um parto com antecedência, salvo algum risco claro para a saúde da mãe e do bebê. Por isso é importante se informar, buscar a opinião de outros profissionais, conversar com o seu médico pré-natalista para que não haja dúvidas e o bebê possa vir ao mundo de forma tranquila e segura”, destaca a coordenadora do PPA.

A médica obstetra ressalta que o PPA busca a conscientização para a melhor via de nascimento para cada caso, seja ela cesárea ou vaginal. "O Programa busca o acolhimento, diálogo e proteção à mamãe e ao bebê e, com isso, a redução de partos cesáreos desnecessários e fora do ciclo do bebê. Entendemos a ansiedade pela chegada do novo membro na família, mas é essencial pensar nele neste momento. Para isso é essencial ter acompanhamento com pré-natalista, dialogando e traçando o plano de parto mais adequado", finaliza a obstetra.

Pesquisas comprovam que a passagem pelo canal vaginal na hora do nascimento, coloca o bebê em contato com bactérias naturalmente presentes nessa área do corpo da mulher, fortalecendo seu sistema imunológico e prevenindo o desenvolvimento de alergias e outros problemas de saúde no futuro. O trabalho de parto, ao contrário de um sofrimento para a criança, significa amadurecimento: a intensificação gradual das contrações musculares do corpo da mãe, necessárias para o bebê nascer, favorece a prontidão para o nascimento e o contato com o mundo. No processo do parto vaginal, o ritmo cardíaco, fluxo sanguíneo e maturação pulmonar do bebê são gradativamente trabalhados.

A ciência já demonstrou também que hormônios naturalmente atuantes durante o trabalho

de parto favorecem o vínculo entre mãe e bebê, o aleitamento materno e a recuperação pós-parto.

PPA 

O Programa Parto Adequado (PPA) é uma ação coordenada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Hospital Israelita Albert Einstein e Institute for Healthcare Improvement(IHI), criada em 2015, que tem por finalidade promover a redução de cesáreas antecipadas e desnecessárias no Brasil. Na Unimed Cuiabá, as ações do programa são coordenadas pelo Comitê Educativo da Cooperativa, que promove uma série de ações educativas com o público interno e externo sobre o tema.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto