Cidades Terça-feira, 06 de Dezembro de 2011, 09:30 - A | A

Terça-feira, 06 de Dezembro de 2011, 09h:30 - A | A

ARROMBAMENTO

Quadrilhas explodem caixas eletrônicos em locais diferentes de Cuiabá

De acordo com Sindicato dos Bancários neste ano foram explodidos 102 equipamentos em todo Mato Grosso, uma média de 8 caixas por mês

DA REDAÇÃO

Quatro bandidos foram presos na madrugada desta terça (6) suspeitos de praticarem arrombamento a um caixa eletrônico no bairro Morada do Ouro. Outra ação aconteceu na Avenida Miguel Sutil, perto do Parque Mãe Bonifácia, mas a Policia Militar não conseguiu prender a segunda quadrilha. Ambos equipamentos foram explodidos.

De acordo com informações do 10º Batalhão da Polícia Militar, os acusados presos são especializados em assaltos desse porte. No início da madrugada, os bandidos renderam dois funcionários da farmácia São Bento, no bairro Morada do Ouro, e explodiram o caixa eletrônico que estava instalado dentro do estabelecimento comercial. A PM foi acionada e conseguiu frustrar a fuga dos assaltantes.

OUTRO ARROMBAMENTO

Ainda na madrugada, por volta das 3h15, assaltantes explodiram um caixa eletrônico do Banco do Brasil na Avenida Miguel sutil, em Cuiabá. Desta vez a PM chegou ao local quando os bandidos já tinham fugido, mas sem levar dinheiro do caixa.

Segundo informações do Sindicato dos Bancários, 102 caixas eletrônicos já foram explodidos e 47 agências bancárias assaltadas no Estado. Diferente do ano passado que teve 19 assaltos a bancos e 112 ataques á caixas eletrônicos.

A Polícia Militar de Mato Grosso informou que o setor de inteligência da corporação já conseguiu identificar alguns suspeitos do segundo assalto, mas não deu detalhes já que as investigações correm sob sigilo. (Colaborou Max Aguiar)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros