Terça-feira, 21 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

Cidades Terça-feira, 19 de Abril de 2016, 08:27 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 19 de Abril de 2016, 08h:27 - A | A

MOTIVO PASSIONAL

Ex-marido de testemunha é preso por degolar empresário de SP na Av. das Torres

MAX AGUIAR

Uma das histórias mais confusas em relação a homicídio do ano de 2016 foi solucionado na tarde de segunda-feira, pelo delegado Antônio Carlos Araújo. A morte do empresário do ramo de refrigeração, Dejalmo Ferreira dos Santos, 36 anos, ocorreu por motivos passionais.

 

Da assessoria/PJC

Delegado Antônio Carlos Araújo DHPP

Crime foi investigado pelo delegado Antônio Carlos Araújo da DHPP

A jovem C,C, 18 anos que namorava com a vítima há pouco mais de dois meses, mudou o depoimento prestado no dia do crime, onde ela relatou que ao parar o carro em uma rotatória um homem degolou Dejalmo, confessou que seu ex-namorado cometeu o assassinato por motivos fúteis.

 

O crime aconteceu na madrugada de 11 de abril, na Avenida das Torres, próximo ao bairro Jardim Imperial, em Cuiabá. Por ciúmes, o jovem Fábio de Almeida, 28 anos, confessou o crime. Na tarde de segunda, ao ser preso o delegado Araújo afirmou que houve uma troca de versões, o que facilitou na prisão do suspeito.  

 

Djalmo foi atingido por golpes de faca quando foi buscar a namorada, C.C, 18, que reside no Residencial Cláudio Marquetti, na Avenida das Torres. Inicialmente, a jovem contou que o empresário foi atacado por um suposto ladrão que queria roubar uma corrente de ouro dele.

 

Porém, as investigações tomaram novos rumos e revelaram a verdade sobre o crime. De acordo com Araújo, no dia do crime, a jovem se preparava para se encontrar com o atual namorado, quando seu ex-companheiro chegou ao local e iniciou uma discussão.

 

Durante o desentendimento, a jovem jogou um tijolo contra o ex, e correu ao encontro de Djalmo, que tinha acabado de chegar ao local. Furioso, o suspeito então atacou e feriu o empresário, que estava em uma Montana de cor branca.

 

Na versão da mulher, Djalmo teria dirigido até uma pizzaria, a fim de pedir ajuda, após a suposta tentativa de roubo, mas a polícia descobriu que no local não havia nenhuma marca de sangue. Uma amiga que reside com a jovem também prestou depoimento e relatou que o ex-namorado dela não aceitava o fim do relacionamento e reforçou a tese de crime passional.

 

Com os fatos em mãos, Araújo pediu a prisão temporária do suspeito, que foi detido na tarde de segunda-feira (18). Ele foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e sem chance de defesa da vítima.

 

Dejalmo era morador da cidade de Paulínia (SP) e tem uma empresa de manutenção e instalação de ar-condicionado e outros sistemas de refrigeração no interior de São Paulo. Em Cuiabá ele prestava serviços para a rede de mercados Big-lar.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros