Sexta-Feira, 17 de Janeiro de 2020, 10h:58

Tamanho do texto A - A+

Bombeiros encontram crânio de bebê que foi jogada em poço

Por: WELLYNGTON SOUZA

O crânio da bebê de apenas seis meses foi encontrado na tarde desta quinta-feira (16), no fundo de um poço onde a vítima teria sido jogada pelos pais, identificados como Thiago Silva Lacerda e Raquel Araújo Dias, no município de Tabaporã (a 643 km de Cuiabá).

Divulgação

23c52b3db692d1b3acd2e1ad7cb25c92.jpg

 

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a Polícia Civil acionou o Corpo de Bombeiros para retomar as buscas dos fragmentos mortais do cadáver.

Uma guarnição dos bombeiros se deslocou até o local. O poço tem aproximadamente cinco metros de profundidade.

A operação consistiu em realizar o bombeamento de toda a água do poço, o qual foi feita com auxílio de dois motores bombas. Ao término da ação, os militares conseguiram realizar a busca, encontrando o crânio da bebê.

Os fragmentos do corpo foram entregues à Polícia Judiciária Civil e também a Politec para realizar o encaminhamento da perícia técnica. Os pais da vítima se entregaram a polícia e confessaram autoria do crime. Eles estão detidos em Jataí, em Goiania.  

O delegado responsável pelo inquérito, Albertino Félix Junior, deve concluir as investigações nos próximos dias.

Denúncia de maus tratos

A bebê antes de ser jogada, já teria sido vítima de maus tratos quando tinha apenas 28 dias de vida como aponta os autos de um processo que tramita na Comarca de Tabaporã.

Conforme os autos, a bebê foi levada ao hospital municipal quando tinha apenas 28 dias de vida. Na unidade de saúde, os médicos constataram que ela apresentava cortes profundos em um dos pés e sinais de queimaduras em outro. 

À época, a polícia foi acionada e prendeu Thiago e Raquel, no entanto o casal foi liberado. A bebê chegou a ser levada para um abrigo, onde ficou por três meses, porém os pais da menina receberam a guarda dela novamente.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei