Quarta-Feira, 15 de Janeiro de 2020, 16h:20

Tamanho do texto A - A+

Antes de ser jogada em poço, bebê teve pés queimados e cortados pelos pais

Por: PEDRO COUTO E WELLYNGTON SOUZA

A bebê de apenas 6 meses que teria sido jogada pelos próprios pais dentro de um poço e encontrada em estado de decomposição, pode ter sido vítima de maus tratos quando tinha apenas 28 dias de vida, como aponta os autos de um processo que tramita na Comarca de Tabaporã (675 km de Cuiabá).  O HNT/ Hipernotícias teve acesso a duas fotos que estão anexadas ao processo judicial.

fotos bebê

Tramita na Comarca do Município, a ação contra os pais da menina, identificados como Thiago Silva Lacerda e Raquel Araújo Dia, por maus tratos.

Conforme os autos, a bebê foi levada ao hospital municipal quando tinha apenas 28 dias de vida. Na unidade de saúde, os médicos constataram que ela apresentava cortes profundos em um dos pés e sinais de queimaduras em outro.  

À época, a polícia foi acionada e prendeu Thiago e Raquel, no entanto o casal foi liberado. A bebê chegou a ser levada para um abrigo, onde ficou por três meses, porém os pais da menina receberam a guarda dela novamente.

Bebê foi jogada em poço

A Polícia Civil do município juntamente com o Corpo de Bombeiros localizaram o corpo da vítima que teria sido morta pelos pais. O bebê teve seu cadáver escondido no fundo de um poço em uma chácara há três quilômetros de Tabaporã. Inicialmente, a suspeita era que o casal tivesse jogado a criança no córrego Sereno.

De acordo com informações dos bombeiros, o corpo da vítima estava em estado de decomposição, visto que os membros como os braços, pernas e troncos estavam separados. 

Ainda na quinta-feira (09), os suspeitos se entregaram à Polícia Civil de Goiás e confessaram a autoria do crime. 

Credito:
Credito:
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei