Brasil Terça-feira, 28 de Junho de 2011, 16:48 - A | A

Terça-feira, 28 de Junho de 2011, 16h:48 - A | A

BID quer investir até US$ 12 bi no Brasil durante governo Dilma

Prioridades são obras da Copa de 2014 e ações do programa Brasil Sem Miséria, vitrine social do governo petista

DA FOLHA DE SÃO PAULO

Divulgação

O BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) anunciou nesta terça-feira que pretende investir entre US$ 10 bilhões e US$ 12 bilhões no país ao longo dos quatro anos do governo Dilma Rousseff. As prioridades são obras da Copa de 2014 e ações do programa Brasil Sem Miséria, vitrine social do governo petista.

Para 2011, serão liberados US$ 2 bilhões. Após um encontro com Dilma, o presidente do BID, Luis Alberto Moreno, afirmou que as 12 cidades-sedes da Copa devem receber do banco cerca de US$ 6 bilhões. São projetos de mobilidade urbana, metrô, além de ações em favelas e estudos técnicos. Moreno citou que tem parcerias avançadas com a prefeitura e o governo do Rio de Janeiro.

Desde 2001, essas 12 cidades receberam um investimento de US$ 4 bilhões.

O presidente do BID ainda classificou de "inovador" o programa Brasil sem Miséria. Ele afirmou que a ideia do banco é trabalhar com apoio técnico e de capacitação técnica para o programa, além de monitorar o resultado das ações financiadas.

Sobre os investimentos no programa social, Moreno disse que sua equipe ainda vai avaliar a questão com a ministra Tereza Campello.

"Nós cremos que nossa participação pode ser na capacitação técnica de equipes, das prefeituras das cidades pequenas que têm mais problemas de pobreza. Quando se encontra prefeitura com problema de pobreza, você encontra uma situação técnica precária de pessoas de governo que trabalham lá. É muito importante a avaliação do resultado [das ações]."

Na conversa com Dilma, Moreno disse que ainda abordou a importância de ações para integração da América Latina. O presidente do BID afirmou que a instituição investe em todos os Estados do país e que interessam ao banco o desenvolvimento turístico, ações de infraestrutura, educação, além da possibilidade de integração da América latina.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros