Sábado, 22 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

Variedades Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018, 16:55 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018, 16h:55 - A | A

Morre aos 87 anos o escritor e roteirista William Goldman

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O escritor e roteirista americano William Goldman morreu aos 87 anos nessa quinta-feira, 15, de acordo com o site Deadline. Segundo Jenny, filha do autor, ele morreu enquanto dormia e sofria de pneumonia e câncer colorretal.

Goldman foi roteirista de Butch Cassidy (1969), de George Roy Hill; Todos os Homens do Presidente (1976), de Alan J. Pakula; e A Princesa Prometida (1988), de Rob Reiner.

Goldman venceu o Oscar de melhor roteiro em 1970, por Butch Cassidy, e em 1977, por Todos os Homens do Presidente, filme que conta a história de Bob Woodward e Carl Bernstein, repórteres do Washington Post que investigaram o caso Watergate, escândalo que resultou na renúncia do então presidente americano Richard Nixon.

O primeiro livro de Goldman foi The Temple of Gold, de 1957. A partir do lançamento de seu romance de estreia, ele passou a se dedicar aos roteiros. Goldman adaptou Flores para Algernon, de Daniel Keyes, mas seu roteiro foi engavetado.

O último trabalho de Goldman a ganhar as telonas foi O Apanhador de Sonhos, lançado em 2003 por Lawrence Kasdan, uma adaptação de um conto do mestre do horror Stephen King.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram. 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros