Terça-feira, 25 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

Política Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 12:02 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 12h:02 - A | A

DEFESA INERTE

Vidal afirma que relatório de investigação contra Edna será finalizado nesta sexta-feira

O presidente da Comissão Processante disse que até o momento a vereadora e seus advogados não participaram de nenhuma audiência

CAMILA RIBEIRO
Da Redação

O vereador por Cuiabá, Sargento Vidal (MDB), presidente da Comissão Processante que investiga suposta prática de "rachadinha" no gabinete de Edna Sampaio (PT) afirmou que o prazo para submissão da defesa vence nesta quinta-feira (22). Caso os advogados mantenham o comportamento atual de não comparecer as audiências ou enviar nenhum posicionamento, o relatório será finalizado e entregue ao presidente da Câmara, Chico 2000 (PL), até segunda-feira (27). 

"Na última quinta-feira foi entregue à defesa dela a vista do processo já em fase de conclusão. Eles têm cinco dias [para contestar] que vence nesta quinta-feira e a partir desta sexta-feira dou continuidade ao que vem sendo feito. Se a defesa apresentar algo, será a primeira vez pois em nenhum momento fizeram questão de comparecer", falou Sargento Vidal nesta terça-feira (22). 

O presidente da Comissão Processante desconversou quando questionado se seria uma possível estratégia da defesa ignorar as audiências. 

"Não sou jurista, não entendo se eles acham estar sendo benéfico ou não. Mas nesta quinta-feira vence os prazos, às 18h, e sexta dou início ao relatório", reiterou Vidal.

LEIA MAIS: Desembargadora nega recurso de Edna contra decisão que manteve Comissão Processante

Até o momento, os únicos atos dos advogados de Edna Sampaio se deram na Justiça. A defesa tentou travar os trabalhos da Comissão Processante, porém, a desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos negou recurso e garantiu a legitimidade da atuação do grupo de trabalho. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros