Sábado, 18 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Política Quinta-feira, 21 de Julho de 2016, 11:48 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 21 de Julho de 2016, 11h:48 - A | A

TAC prevê criação de consórcio intermunicipal para administração de Lar da Criança

REDAÇÃO

Em cumprimento a um Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, os municípios de Comodoro, Nova Lacerda, Campos de Júlio e Rondolândia vão instituir consórcio intermunicipal para administração e manutenção do “Lar da Criança Recanto Feliz”. A unidade, inaugurada na sexta-feira (15), foi construída com recursos oriundos de transações penais, suspensão condicional do processo e termos de ajustamento de conduta.

 

De acordo com o TAC, o consórcio tem como finalidade a execução de medidas de proteção e acolhimento de crianças e adolescentes em situação de risco social. Sem fins lucrativos, o Lar da Criança Recanto Feliz será mantido com repasses mensais realizados pelos quatro municípios que variam de dois a três mil e quinhentos reais.

 

O consórcio deverá prestar contas bimestralmente aos entes municipais signatários do TAC e ao Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). Os municípios se comprometeram ainda a indicar no mínimo dois cuidadores que deverão possuir experiência no atendimento à criança e ao adolescente para atuarem na unidade. Também deverão ser disponibilizados atendimentos educacional, médico, psicológico, psiquiátrico e assistencial.

 

Um programa com medidas para a manutenção ou resgate dos vínculos familiares e reestruturação das famílias das crianças e adolescentes acolhidos também terá que ser apresentado. O atendimento deverá ser mantido de forma ininterrupta, inclusive nos finais de semana e feriados. O descumprimento das obrigações estabelecidas no TAC sujeitará os municípios ao pagamento de multa de R$ 1 mil por dia de atraso.

 

RETROSPECTIVA: De acordo com a Promotoria de Justiça de Comodoro, a inexistência de um local propício e adequado para o acolhimento de crianças e adolescentes em situação de risco social foi objeto de três Termos de Ajustamento de Conduta, firmados com os municípios nos anos de 2009, 2013 e 2016, culminando em 2013 com o aluguel de um imóvel para tais finalidades e, já em 2016, na inauguração do Lar da Criança Recanto Feliz .

 

O projeto de viabilização da unidade contou com a participação do Poder Judiciário e do Conselho da Comunidade, que administrou os recursos e executou a obra até a sua inauguração. A capacidade do Lar da Criança Recanto Feliz é para atendimento de até 15 crianças.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros