Política Quinta-feira, 04 de Agosto de 2011, 08:32 - A | A

Quinta-feira, 04 de Agosto de 2011, 08h:32 - A | A

E AGORA?

Riva recomenda humildade ao governo e cita Dante como exemplo

Presidente da Assembleia não gostou de Silval deixar de receber grevistas; secretário vai à reunião sem estar preparado

 

Mayke Toscano/Hipernoticias
Deputado José Riva diz que é amigo do governador Silval, mas não pretende cair na fogueira com ele

 

“Faltou humildade ao governador Silval Barbosa, que se mostrou resistente em dialogar com os servidores em greve”. Essa foi a conclusão  do presidente da Assembléia Legislativa , José Riva (PP), depois de uma reunião com o chefe do Executivo na tarde desta quarta-feira (3).

O  deputado  citou exemplos de outros governos que também não gostavam de dialogar com servidores em greve, mas que reformaram seus conceitos.

“Dante (de Oliveira, ex-governador – já falecido)   tinha essa opinião de não conversar com quem estivesse em greve, mas em certo momento  cedeu e ganhou com isso;  o ex-gvernador Blairo Maggi também pensava assim, acabou cedendo e ganhou com o diálogo;  o ex-prefeito  (de Cuiabá) Wilson Santos  se recusou a dialogar com médicos e dentistas e o resultado foi o que todos viram, uma sonora derrota”, exemplificou.

O progressista, amigo declarado do governador fez questão de esclarecer: “O verdadeiro amigo não é o que pula no fogo com o outro, é o que  evita que o outro pule  no fogo. E eu disse que o governo está seguindo  alguns caminhos errados e eu naturalmente não vou acompanhar, essa história de que se um amigo meu pular no fogo eu também pulo, não existe”,  avisou, dizendo que isso serve para o governador e secretários.

Segundo ele, o resultado desse encontro  ficou tão abaixo da expectativa  que, “quem saiu  fragilizado  nisso tudo é o governo  que não se abriu e  recusa a se abrir ao diálogo com os servidores”.

Irritado, o parlamentar  salientou que  queria que o  governador conversasse com as categorias ainda na terça, mas o secretário (César Zílio – Administração) alegou que teria que estar com alguns levantamentos em mãos e por isso será discutido em outras ocasiões”.

Riva informou  que foram definidas quatro datas para essas conversas sobre a situação das categorias, sendo sexta-feira (5), Detran; segunda (7), Sema; terça (8), investigadores Polícia Civil e quarta (9), policiais militares. Essas conversações deverão ter a participação do secretário Zílio e dos deputados que representam cada uma dessas categorias.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros