Política Quinta-feira, 29 de Setembro de 2011, 08:56 - A | A

Quinta-feira, 29 de Setembro de 2011, 08h:56 - A | A

ESTIGMA

‘Podemos ser adversários’, diz Riva em referência ao governador

Siilval Barbosa e José Riva, agora, são parentes, o que não “agrada” o presidente da AL

Mayke Toscano/Hipernotícias

Deputado José Riva (esquerda) e governador Silva Barbosa se tornaram parentes por causa da união dos filhos

O governador Silval Barbosa (PMDB) e o presidente da Assembleia, José Riva (ainda no PP) podem ser adversários nas próximas eleições estaduais. Riva é o principal articulador do PSD em Mato Grosso, ao qual deve se filiar nos próximos dias.

A hipótese foi admitida por Riva, ao fazer uma análise bem-humorada após ser provocado pelo HiperNotícias sobre o “parentesco” dele com o governador, já que Jéssica Riva, uma das filhas do parlamentar, está grávida de Ricardo Barbosa, um dos filhos de Silval.

“Isso é um mau presságio para o governador e pra mim, porque eu tenho um histórico muito ruim com parentes. Fui contra meu sogro e o sogro do meu irmão e disputei eleição contra os dois, depois o sogro da minha filha era nosso adversário e agora pode ser que a gente seja adversária também, meu histórico com sogros não é muito positivo”, lembrou.

Porém, o tom descontraído em relação à família do parlamentar pode, dependendo de cenário de 2014, ter sentido, uma vez que Riva também admitiu que há como ele mudar da ideia de não mais disputar eleições.

“O processo eleitoral é muito dinâmico e pode ser que eu mude de ideia lá na frente, mas hoje digo que o PSD pode ser o último legado que deixo para Mato Grosso”, sinalizou o deputado que já garantiu não buscar mais reeleição à Assembleia Legislativa, onde já está por cinco mandatos, inclusive com grande parte desse tempo no comando da Mesa.

Silval já foi reeleito em 2010 e na próxima eleição estadual não poderá mais disputar o cargo de governador, enquanto Riva recebe “pressão” de aliados para concorrer ao posto número um do poder político mato-grossense, especialmente depois da consolidação do PSD no Estado.

Se não bastasse a conquista partidária, hoje soma também a favor do parlamentar a implantação do modal Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) na Grande Cuiabá, projeto liderado por ele junto aos governos do Estado e federal.

Outro fator que deve ser somado à formula PSD+PSD= 2014 é a postura ou ideologia da nova legenda.

Perguntado sobre o PSD na governabilidade de Silval na Assembleia, o presidente do Legislativo desconversou.

“Vamos discutir, né? – não adianta tapar o sol com a peneira, o PSD nasceu basicamente no governo, mas há muitos pontos que questionamos na gestão do governador, apesar de querermos que tudo dê certo”, emendou Riva.

Correligionários hoje no PP e amanhã no PSD, José Riva e Chico Daltro devem trabalhar projetos próprios majoritários para 2014.

Daltro, que desde que Silval assumiu o governo em janeiro deste ano, recebeu atribuições do governador que o fortalecem como gestor de várias pastas, além da vice-governadoria e também aguarda outras possibilidades de também assumir o governo, no caso de afastamento oficial do chefe do Executivo, o que já ocorreu por duas vezes em oito meses de administração do peemedebista.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros