Sábado, 18 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Política Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 17:33 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 17h:33 - A | A

PAINEL "SUMMIT VALOR"

Mendes faz críticas ao modelo econômico do Brasil nos EUA: "voos de galinha, já vimos"

Ao lado de Ronaldo Caiado, Mauro disse que para se igualar às taxas de crescimento de países da Ásia, governo precisa "construir política fiscal rígida"

CAMILA RIBEIRO
Da Redação

O governador Mauro Mendes (União Brasil) fez críticas ao modelo ecônomico do Brasil no painel 'Summit Valor Econômico Brazil', em Nova Iorque, nos Estados Unidos. De acordo com o governador, o país precisa se atualizar a partir das tendências que atrelam a produção em larga escala a práticas sustentáveis que incetivam a baixa emissão de carbono, por exemplo. Conforme Mauro, esse comportamento vai diminuir o "abismo" entre as taxas de crescimento brasileiras, comparando-as a de países da Ásia, por exemplo. 

A análise de mercado foi feita na tribuna do evento após o discurso do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil). É o segundo dia consecutivo que Caiado e Mendes falam na mesma tribuna nos EUA. Caiado já confirmou que será pré-candidato à Presidência da República nas eleições de 2026. Mauro é ventilado para vice. 

LEIA MAIS: Mauro cobra Lei Geral dos Licenciamentos em NY: "estamos presos à burocracia"; veja vídeo

"Quando olhamos para o mundo e, principalmente, para a Ásia, muitos países conseguiram um modelo de crescimento sustentável e que tem permitido uma grande transformação. O pior não é olhar para a distância que nos separa desse crescimento experimentado por algumas regiões do planeta. Mas é perceber que o Brasil caminha em velocidade menor. Se não formos capazes de encontrar um modelo de crescimento mais aclerado, essa distância provavelmente aumentará", disparou o governador nesta quarta-feira (15).

Dentro desse "bolo" do mercado internacional, Mauro Mendes destacou o protagonismo de Mato Grosso que explora sua vocação natural para a produção de grãos sendo um "grande exportador de commodities". O governador aproveitou para reiterar o cenário herdado de gestões passadas à frente no Paiaguás e o entendimento da sua equipe, que aposta em uma política fiscal rígida, seria a estratégia para fazer a receita do Estado crescer. Segundo o governador, atualmente, o Executivo estadual utiliza 20% da sua "receita flutuante" em investimentos Mato Grosso afora.

"O Brasil é hoje um grande exportador de commodities minerais e alimentares. O estado de Mato Grosso tem a maior presença no agro. Temos grandes potencialidades, produzindo proteínas animais e transofrmando em proteínas vegetais. Liderar esse setor traz uma grande responsabilidade. A nova ordem econômica mundial nos impõe a fazer isso com baixas emissões. Essas transformações de modelagem de negócio que vai impactar no dia a dia do que estamos fazendo", disse. 

Para Mauro, os agentes governamentais não podem fugir do desafio de rever os modelos econômicos para criar um caminho contínuo, sustentável, para o crescimento. Ele ainda classificou como "voos de galinhas", tentativas falhas de outros governos. 

"Por isso, o governo de Mato Grosso tem feito um esforço muito grande para cumprir o seu papel. Porque quando o governo não cumpre o seu papel, não entende bem e não cumpre bem, dificilmente, você cria um modelo sustentável de crescimento e desenvolvimento. Voos de galinha, muitas vezes, nós já vimos. O que precisamos é de uma política fiscal rígida. Ninguém cresce sem fazer investimentos", endureceu Mendes.

LEIA MAIS: Mauro provoca Congresso a impedir que Judiciário crie leis "descoladas" da realidade; veja vídeo

VEJA VÍDEO

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros