Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

Política Quinta-feira, 13 de Junho de 2024, 15:25 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 13 de Junho de 2024, 15h:25 - A | A

ACUSADO DE "CARTEIRADA"

Médico denuncia vereador Marcrean de forçar entrada em UTI do Hospital Municipal

Segundo o plantonista da unidade, o vereador agiu com "abuso de poder"; parlamentar alega que tentava ajudar familiares e que profissional estava dormindo na hora do plantão

CAMILA RIBEIRO
Da Redação

O líder do governo na Câmara de Cuiabá, o vereador Marcrean Santos (MDB), foi denunciado pelo médico intensivista Marcus Vinicius de Oliveira por forçar sua entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital e Pronto-Socorro Municipal no último domingo (9). A unidade de saúde enviou uma comunicação interna ao presidente da Câmara, Chico 2000 (PL), acusando o vereador de cometer "abuso de poder". Marcrean nega. O vereador explicou que tentava auxiliar parentes. Uma mulher da família estaria em estado grave na UTI e eles estavam em busca de notícias. 

"A família é muito humilde, com muito pouco conhecimento, a única coisa que sabiam é que estava aguardando a cirurgia que não aconteceu. O mais grave é que eles arrumaram um jeito de fazer a cirurgia, a intubaram e ela veio a óbito", falou o vereador à imprensa nesta quinta-feira (13). 

O desentendimento com o médico começou quando Marcrean foi procurá-lo e o encontrou dormindo. O profissional se sentiu coagido e chamou a Polícia Militar. Em seguida, formalizou a denúncia.

O vereador garantiu que também vai protocolar uma reclamação no Conselho Regional de Medicina (CRM), pois acredita que o profissional não deveria estar distante das suas funções da UTI. 

"Ele é plantonista, mas deve ter outras cargas horárias e chegou no trabalho 7h. Quer dizer que você entra 7h e às 9h já está dormindo? Ele é plantanonista da UTI, ele não tem intevalo das 7h às 10h pra dormir. Ele estava dormindo e tenho oito pessoas como prova. Tinham dois funcionários do PS me acompanhando também", disse o vereador. 

Marcrean acredita que a situação se refletiu negativamente no tratamento concedido à familiar. De acordo com o vereador, depois do desacerto com o médico, o caso da mulher evoluiu para óbito. 

"O que mais me indigna é que o médico ficou bravo, pois acordei ele. O médico estava dormindo no horário de trabalho, eu acordei para pedir informação e ele chamou a polícia para mim. Depois que isso aconteceu, ela veio a óbito. Eu suspeito que teve negligência médica", acusou o Marcrean. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

ELIDIO HONORIO DOS SANTOS 14/06/2024

Qual a diferença entre legislar e poder de polícia?

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros