Terça-feira, 16 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

Política Segunda-feira, 31 de Outubro de 2022, 16:06 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 31 de Outubro de 2022, 16h:06 - A | A

DERROTA DE BOLSONARO

Mauro defende que Lula trabalhe para diminuir polarização e pacifique o país

Declaração foi dada durante entrevista à Rádio Jovem Pan Nacional

ALEXANDRA LOPES
Da Redação

O governador Mauro Mendes (UB), durante entrevista à Rádio Jovem Pan nesta segunda-feira (31), afirmou que espera que o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) consiga diminuir a polarização instalada no Brasil e pacificar o país. Defendeu ainda que Lula tenha foco em compreender e solucionar os problemas do Brasil, e não em questões ideológicas de esquerda e direita.

Mendes apoiou nos dois turnos a candidatura de Jair Bolsonaro (PL). Na reta final, fez críticas mais duras dizendo que se o Brasil desse uma guinada à esquerda sofreria consequências como Venezuela e Argentina. 

“O Lula, quando foi presidente, pegou o mundo em um momento muito bom, com uma janela de crescimento, tudo dando certo no mundo. Diferente daquele momento, vamos pegar uma economia mundial que passa por um estresse que terá consequências econômicas. E quando você tem dificuldade, você tem que aumentar a capacidade de conversa com a sociedade”, declarou, nesta segunda. 

“Vamos cooperar com isso, afinal, quem quer o bem do Brasil não pode torcer pelo mal daqueles que foram eleitos. Torcer para o insucesso do presidente Lula seria torcer contra o Brasil, torcer para que nós percamos esse jogo, que vai trazer graves consequências para a maioria dos brasileiros. Vamos dialogar, vamos cooperar para que nós possamos juntos dar os resultados que o Brasil precisa”, finalizou.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Lula ganhou as eleições com 50,9% dos votos, contra 49,1% de Jair Bolsonaro. De todos os estados brasileiros, Mato Grosso foi o colégio eleitoral que mais concedeu vantagem a Jair Bolsonaro. Entre os mato-grossenses, o atual presidente teve 65% da preferência, contra 34,9% de Lula. Dos 141 municípios do Estado, apenas 18 elegeram o petista. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros