Terça-feira, 18 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

Política Quarta-feira, 22 de Maio de 2024, 11:24 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 22 de Maio de 2024, 11h:24 - A | A

LÍDER DE EMANUEL

Marcrean pedirá liberação do MDB para apoiar Botelho, caso pré-candidatura de Juca não prospere

Vereador também afirmou que o partido não vai caminhar com a Federação Brasil Esperança, em que Stopa pleiteia espaço para concorrer ao Alencastro

CAMILA RIBEIRO
Da Redação

O líder do governo na Câmara de Cuiabá, Marcrean Santos (MDB), afirmou que pedirá a liberação do partido para apoiar a pré-candidatura à prefeitura do presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), Eduardo Botelho (União Brasil), caso o projeto às eleições do deputado estadual Juca do Guaraná (MDB) não prospere. Marcrean também disse que a tendência é que o MDB não caminhe com a Federação Brasil da Esperança (PT, PV e PCdoB) em que o vice-prefeito José Roberto Stopa (PV) pleiteia espaço para concorrer ao Palácio Alencastro. 

A projeção de Juca do Guaraná é defendida pelo presidente do diretório municipal da legenda, Francisco Faiad. O próprio deputado já confirmou estar disposto a encarar a disputa para manter o protagonismo da sigla na Capital. No entanto, até o momento, nada foi formalizado. 

LEIA MAIS: Deputado prevê trégua entre diretórios municipal e estadual depois que MDB escolher candidato

"O Marcrean está aguardando as decisões partidárias. Eu, hoje, não posso formar opinião fora do meu partido, pois estou aguardando. O partido diz que vai ter candidato. Estou aguardando o partido apresentar o candidato. Até agora, foi discutido, foi falado e até que o prefeito não apresente, estamos aguardando. Sou partidário e estamos aguardando. Se tiver bem, se não, quero saber quem poderemos apoiar", falou Marcrean Santos.

A inclinação do vereador à chapa de Eduardo Botelho não é uma surpresa. Marcrean estava no PP, partido que faz parte do arco de alianças do pré-candidato do União Brasil. Por isso, a preferência em apoiá-lo. Porém, ele pode encontrar resistências no MDB uma vez que exerce o papel de líder de Emanuel Pinheiro na Câmara. 

"Caso o MDB não tenha candidatura própria, caminharei com permissão do partido com o Eduardo Botelho", afirmou o vereador. 

Sobre o distanciamento de Stopa, Marcrean destacou que o vice-prefeito está preso à falta de resolução do grupo, que reflete sobre a viabilidade do seu nome ou do deputado estadual Lúdio Cabral. 

"O Stopa está na Federação. O MDB não faz parte da Federação. Ele está na Federação aguardando decisão da Federação se vai ser ele ou Lúdio. Tem duas situações: a Federação do Stopa e Lúdio e do MDB que pode ou não ter candidato. O MDB não vai caminhar com a Federação", finalizou. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros