Política Sexta-feira, 17 de Junho de 2022, 17:16 - A | A

Sexta-feira, 17 de Junho de 2022, 17h:16 - A | A

ELEIÇÕES 2022

Lúdio nega crise no PT se posicionado favorável à candidatura própria ao governo de MT

Conversas sobre "crises" são apontadas pela imprensa, após fala do deputado estadual Valdir Barranco, presidente do PT no Estado, sobre o fato de Lúdio não ter conseguido emplacar James Cabral como pré-candidato ao Senado

ALEXANDRA LOPES
Da Redação

JLSIQUEIRA / ALMT

image

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) negou a existência de alguma crise dentro da legenda trabalhista em Mato Grosso em torno da discussão para busca de um nome para fazer oposição a um possível projeto de reeleição do governador Mauro Mendes (UB).

As conversas sobre essas "crises" são apontadas pela imprensa após fala do deputado estadual Valdir Barranco, presidente do PT no Estado, sobre o fato de Lúdio não ter conseguido emplacar o nome de James Cabral como pré-candidato ao Senado.

“Não há crise nenhuma. O que há é um ambiente democrático dentro do PT. Debate político de posições sobre o destino do PT em Mato Grosso. Eu tenho insistindo desde o ano passado que o PT precisa de protagonismos nessas eleições. Não se pode subordinar ao projeto dos outros”, declarou Lúdio, na última quarta (15).

O Encontro de Tática Eleitoral do PT ocorreu em 29 de maio e deliberou sobre a pré-candidatura ao governo do Estado do professor Domingos Sávio Garcia e a pré-candidatura ao Senado da professora Enelinda Scalla. Os nomes foram levados ao debate na Federação Brasil da Esperança, composta por PT, PV e PCdoB. 

A pré-candidatura ao governo do professor Domingos Garcia recebeu 95 votos, vencendo o professor Reginaldo Araújo, que recebeu 18 votos. A pré-candidatura ao Senado de Enelinda Scalla foi aprovada por 72 votos, o pré-candidato James Cabral obteve 24 votos, sendo que dois delegados se abstiveram.

LEIA MAIS: PT define professor Domingos Sávio como pré-candidato ao governo e Enelinda Scala ao Senado

O PCdoB indicou nome da ex-reitora da UFMT ao governo, Maria Lucida Neder. O PV ainda não indicou nenhum nome.

“E apesar das nossas diferenças internas, o encontro estadual deliberou pela tática que eu vinha defendendo, que era definição de nomes. A questão não são os nomes, a questão é o que PT precisa se posicionar como protagonista e, nesse sentido, considero o resultado do encontro uma vitória política importante”, emendou.

LEIA MAIS: Grupo minoritário do PT defende candidatura própria na majoritária em outubro

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Carlos Nunes 17/06/2022

Pois é, essa crise é nacional...em 4 meses até a eleição, o Já Ganhou pode virar Já Perdeu. Tio Geraldo Alckmin, candidato a vice, foi vaiado em Natal-RN. Quem vaiou? Integrantes da Federação que apoia o tio Lula. Tio Alckmin é um estranho nesse ninho. Essa novela Alckmin vai longe.

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros