Domingo, 20 de Setembro de 2020, 17h:25

Tamanho do texto A - A+

Jayme cita pobreza de recursos e falta de interesse de governos no combate às queimadas em MT

Por: THAYS AMORIM

O senador Jayme Campos (DEM) lamentou os incêndios no Pantanal mato-grossense e afirmou que existe uma pobreza de recursos e falta de interesse no enfrentamento das chamas. Para o parlamentar é necessária uma força-tarefa por parte dos governos federal, estadual e até mesmo das prefeituras.

WhatsApp Image 2020-03-17 at 08.43.52.jpeg

“Eu acho que tem que disponibilizar todos os meios do governo federal, estadual e se possível das prefeituras. Porque o que eu vi aqui é uma verdadeira pobreza de recursos para enfrentamento. São 2,2 milhões de hectares que queimaram, que trouxe sérios problemas não só ambientais, mas para a saúde pública, para a população. Eu fico muito preocupado de ver que nesse exato momento precisa ter mais presença dos governos aqui, destinação não só de mão de obra, mas de equipamentos suficientes”, destacou.

Na última quarta-feira (16), a União anunciou que ajudará com R$ 10 milhões para a compra de diversos equipamentos, enquanto o governo estadual já disponibilizou mais de R$ 22 milhões no combate aos incêndios. 

Entretanto, Jayme acredita que o recurso do governo federal é insuficiente para combater a tragédia ambiental, devido à extensão da área do Pantanal. Para o político, existe uma falta de interesse, também do governo do Estado, no tema.

“É insuficiente, na medida que aqui a área é gigantesca. Só em termos de equipamentos que precisamos, aeronaves, material humano, alimentação, remédios para atender os animais sai do recurso [...] Nós temos o privilégio de ter aqui três ecossistemas, o Pantanal, o Cerrado e a Floresta [Amazônia]. Eu acho que está faltando um pouco de interesse, sobretudo do próprio governo federal, através dos órgãos competentes. Pouca intervenção do próprio governo do estado, e as prefeituras não têm capacidade para fazer esse enfrentamento”, criticou.

LEIA MAIS: Botelho diz que atuação do governo federal no Pantanal foi pequena e tardia

O Pantanal sofre com um dos maiores incêndios da sua história. Até o dia 15 de setembro, o Instituto de Pesquisas Espaciais registrou 15.477 pontos de incêndio, o maior número já registrado na história do bioma. A região queimada é maior do que a área do estado de Sergipe e Alagoas.

LEIA MAIS: Prejuízos para o Pantanal ainda são incalculáveis e animais podem sofrer por anos, alerta bióloga

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei







Mais Comentadas