Sábado, 20 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

Política Terça-feira, 18 de Junho de 2024, 11:37 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 18 de Junho de 2024, 11h:37 - A | A

NEGOCIAÇÃO FECHADA

Governo da Bahia anuncia compra de 40 vagões do Veículo Leve sobre Trilhos de MT

Modal foi uma das promessas da Copa do Mundo de 2014, porém, foi substituído pelo BRT cujas obras estão em fase avançada

CAMILA RIBEIRO
Da Redação

O governador da Bahia, Jerôniomo Rodrigues, anunciou a compra de 40 vagões do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do governo de Mato Grosso. A confirmação coloca fim ao imbróglio do modal que seria implantado entre Cuiabá e Várzea Grande. O governador Mauro Mendes (União Brasil) pedia R$ 1,2 bilhão. Porém, o Jerônimo fez uma oferta de R$ 600 milhões, depois R$ 650 milhões e, por último, R$ 700 milhões. 

LEIA MAIS: Mauro se reúne com governador da Bahia para discutir venda de vagões do VLT

O Tribunal de Contas da União (TCU) mediou o diálogo entre os dois governos. Mauro Mendes participou de parte das audiências, mas destacou o secretário de Estado da Fazenda (Sefaz-MT), Rogério Gallo, para fechar a negociação. Mendes chegou a ironizar o perfil so secretário afirmando que o escolheu por ele ser "duro". 

“É uma multidão em torno disso, da mesma forma acompanhada pelos técnicos do governo de Mato Grosso e também técnicos especialistas do Tribunal de Contas da União. Final", falou Jerôniomo Rodrigues na última sexta-feira (14).

"Os tribunais estaduais também ofereceram análise, porque eles não aprovariam qualquer tipo de acordo de compra se o parecer técnico da área deles não fosse condizente com o que nós estamos propondo. Então, nós estamos prestes a fechar esse acordo e assinar o documento", emendou o governador da Bahia. 

 O VLT em Cuiabá compôs o pacote de melhorias para receber a Copa do Mundo de 2014. O orçamento inicial foi de R$ 1,4 bilhão e o prazo de entregar estimado era dezembro de 2013. Porém, a obra não avançou e foi substuída pelo Ônibus de Transporte Rápido (BRT), o projeto do modal alternativo está quase concluído em Várzea Grande e avança na avenida do CPA, na Capital. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros