Terça-feira, 25 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

Política Quarta-feira, 22 de Maio de 2024, 17:07 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 22 de Maio de 2024, 17h:07 - A | A

RESPONSABILIDADE E SERIEDADE

Governador diz que Estado não pode repetir "fracasso histórico" de 2014 na Copa Feminina

Arena Pantanal foi indicada Confederação Brasileira de Futebol para concorrer como sede da Copa do Mundo Feminina de 2027 e foi escolhida pela Fifa durante cerimônia em Bangkok, na Tailândia, no dia 17 de maio

RAYNNA NICOLAS e CAMILA RIBEIRO
Da Redação/ Do Local

O governador Mauro Mendes (UB) asseverou que irá tratar a Copa do Mundo Feminina de 2027, que terá como uma das sedes a Arena Pantanal, em Cuiabá, com 'responsabilidade, humildade e seriedade'. A preocupação, segundo o governador, é não repetir o 'fracasso histórico' da Copa do Mundo de 2014, que deixou um rastro de corrupção e prejuízo em Mato Grosso. De acordo com Mauro, o Estado também manterá as prioridades já elencadas pela gestão e tratará o evento como 'complementar'. 

"Qualquer grande evento de repercussão nacional e internacional que Mato Grosso e Cuiabá, como nossa capital, possa sediar, ele dá orgulho a mim como governador e a todos os mato-grossenses. É importante que façamos bonito, que não cometamos os mesmos erros do passado, que não tenhamos megalomanias de achar que essa oportunidade vai mudar a história e acabar com um fracasso histórico, como foi as obras da Copa, que deixaram grandes sequelas e prejuízos para o Brasil e para Mato Grosso", afirmou à imprensa nesta quarta-feira (22).

LEIA MAIS: Arena Pantanal vai ser sede da Copa do Mundo Feminina de 2027

A Arena Pantanal foi indicada Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para concorrer como sede da Copa do Mundo Feminina de 2027 e foi escolhida pela Fifa durante cerimônia em Bangkok, na Tailândia, no dia 17 de maio. O resultado foi anunciado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Secel-MT). 

Mauro Mendes ressaltou que, apesar de receber a notícia com orgulho, o evento não tirará o foco do governo nas prioridades Mato Grosso afora. Ele ainda cobrou antecipadamente da futura gestão de Cuiabá, que será decidida na eleição municipal deste ano, o compromisso em auxiliar no sucesso da competição.

"Temos muitas prioridades no Mato Grosso inteiro e sediar o jogo de uma Copa, seja ela qual for, não pode mudar as nossas prioridades, isso pode ser algo complementar. É mais um desafio que vai ser agregado a tantos que o estado de Mato Grosso tem e que a Prefeitura de Cuiabá, espero que, em novas mãos a partir do início de 2025, também possa cumprir seu papel", encerrou.

PRÉ-CANDIDATO VAI A SÃO PAULO

O presidente da Assembleia Legislativa e pré-candidato à Prefeitura de Cuiabá, Eduardo Botelho (UB), foi até São Paulo e se reuniu com uma empresa especializada em mobilidade urbana para conhecer um levantamento realizado sobre a área em Cuiabá. 

Ele destacou que a Copa do Mundo Feminina é uma oportunidade para 'passar a borracha' na vergonha de 2014.

"Estamos estudando e precisamos avançar na área de mobilidade urbana. Estivemos com a empresa Oficina para pensar em um projeto que visa melhorar a mobilidade de forma geral em Cuiabá, em especial o transporte público, mas também quem se desloca na cidade e até para quem tem interesse em andar de bicicleta", comentou. “Agora é nossa oportunidade de fazer diferente”, completou o deputado.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros