Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Política Quarta-feira, 08 de Junho de 2016, 18:21 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 08 de Junho de 2016, 18h:21 - A | A

GUERRA DA RGA

"Fomos atraídos para uma arapuca", diz sindicalista notificado em reunião

RENAN MARCEL

Presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde e Meio Ambiente (Sisma), Oscarlino Alves foi um dos líderes do Fórum Sindical surpreendidos na tarde desta quarta-feira (8) na Assembleia Legislativa com a notificação, feita por oficiais de Justiça, da ilegalidade da greve iniciada na semana passada pelos servidores públicos de Mato Grosso. Para o sindicalista, a reunião foi uma "arapuca" montada para os grevistas.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

oscarlino

 

"Nós fomos atraídos hoje para uma arapuca aqui dentro da Assembleia Legislativa. A gente considera que não foi intencional, mas foi uma arapuca. Todos os presidentes dos sindicatos foram notificados por oficiais de justiça que invadiram o gabinete da presidência da Assembleia e agiram até com truculência", disse. 

 

Na última semana, decisões judiciais decretaram a ilegalidade do movimento grevista de diversas categorias e determinaram a aplicação de multa de R$ 100 mil aos sindicatos por dia de descumprimento da decisão judicial.

 

Os servidores do Executivo paralisaram os serviços por conta do não pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) por parte do governo. A RGA é a recomposição por perdas inflacionárias e, neste ano,  chegou a 11,28%. O governo, no entanto, oferece 6%, a serem pagos de forma parcelada. O fórum recusa a proposta. 

 

Nesta quarta-feira, os líderes da greve se reuniram com os deputados estaduais na presidência da Assembleia Legislativa para buscar apoio na negociação, ocasião em que foram abordados pelos oficiais de Justiça.

 

 

Alan Cosme/HiperNoticias

guilherme maluf

Maluf acredita que é possível chegar a um consenso 

A reunião, segundo o líder do governo, deputado Wilson Santos (PSDB) não avançou a negociação, mas o governo vai manter diálogo com os grevistas.

 

"O governo fez todas as suas contas e oferece 6%. A questão foi judicializada e o Judiciário vem tomando suas decisões, mas o governo continua de portas abertas e dialogando. Eu vejo que o movimento sindical de Mato Grosso foi o mais vitorioso do Brasil, porque nos outros estados não houve proposta nem pagamento de RGA algum, foi zero, exceto no Paraná. Então eu penso que o Fórum pode se sentir vitorioso com essa proposta", avalia o tucano.

 

Wilson lembra que a União 5,3% de revisão Geral Anual aos servidores federais. O deputado defende que os outros 5,28% cobrados pelos servidores do Executivo de Mato Grosso possam ser pagos por meio de cartas de crédito. Na reunião, alguns sindicatos teriam demonstrado interesse na proposta do parlamentar, mas Oscarlino teria sido contundente e recusado a alternativa.

 

Principal voz da oposição, Emanuel Pinheiro (PMDB), avalia que, sob a liderança do presidente da Casa de Leis, deputado Guilherme Maluf (PSDB), o consenso pode ser alcançado. A reunião foi sugerida por Pinheiro e pela deputada Janaína Riva, também do PMDB, que são os principais aliados dos servidores no movimento grevista a na cobrança pelo pagamento da RGA. "Vamos buscar agora, junto ao governo do Estado, um consenso. Antes era apenas uma comissão de deputados, agora é a Assembleia como um todo, que unida, vai tentar sensibilizar o governador Pedro Taques", afirma Pinheiro.

 

Maluf, por sua vez, deixou a reunião com a missão de construir uma nova proposta junto com o governo do Estado. "Cedendo de um lado e cedendo de outro, acredito que é possível construir uma nova proposta", afirmou o presidente da Assembleia. Uma reunião com Taques e Wilson foi agendada para a noite desta quarta-feira no Palácio Paiaguás. 

 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

AS CORTINAS DA SEFAZ 09/06/2016

"Pau que bate em Chico não é o mesmo que bate em Francisco", vejam as benesses aos amigos do Rei: nos corredores da sefaz, só se houve que está a caminho um maravilhoso AUMENTO da VI= VERBA INDENIZATÓRIA SOMENTE PARA os FTES no valor de R$15.000,00(QUINZE MIL REAIS) E R$12.000,00(DOZE MIL REAIS) PARA OS ATE’s(SIPROTAF), fiquem de olho, estão todos se lixando se os servidores irão fazer greve ou não, alias só fazem o que lhe convém, lotearam a Sefaz com fiscais(sindifisco) em cargos de chefia onde nada mais fazem senão perseguir as demais categorias, com um assédio moral jamais visto, mas saibam que não nos calarão!!!!MPE CADÊ A FISCALIZAÇÃO NO TAL SALDO DE COTAS QUE ATÉ HJ ESTÁ EMPERRADO E ENGAVETADO????

positivo
0
negativo
0

neto 09/06/2016

Esses canalhas vão ter o troco nas urnas tanto Deputados,Prefeitos, Governador e vereadores o funcionalismo público já estão cansados de servir de escada para dar emprego para esses politicos safados que chega na época da eleição ficam bonzinhos para ganhar votos, a respostas eles vão ter nas próximas eleições.

positivo
0
negativo
0

KAKAI 08/06/2016

NAO ACEITEM CARTAS DE CRÉDITOS QUE FOI VENTILADA POR WILSON SANTOS E SUA TROPA ABRAM OS OLHOS PESSOAL, VEJAM OS AAFS SOFREM ATÉ HOJE A CONSEQUÊNCIA DISSO, Sou conhecedor da causa dos agentes fazendários, aqueles que trabalham nas agências fazendárias(antiga exatoria), esses desde o malfadado acordo de 2008, não tiveram nenhum reajuste e sofrem de um assédio moral paritário jamais visto por esses fiscais que se dizem dono da sefaz/mt, a ação de isonomia ao Grupo TAF, iniciou em 1996 através do N. 30884/96, onde ganharam na SUPREMA CORTE DO BRASIL, DIGO STF E ATÉ ENTÃO NADA FORA CUMPRIDO E AINDA EXCLUÍRAM O ARTIGO QUE FALAVA DA ISONOMIA AO GRUPO DE TRIBUTAÇÃO ARRECADAÇÃO E FISCALIZAÇÃO- TAF, O QUE VOCÊS AGENTES FAZENDÁRIOS TEM QUE FAZER É EXECUTAR ESSA SENTENÇA QUE JÁ PASSOU DA HORA, SÓ ASSIM ELES IRÃO RESPEITÁ-LOS, DO CONTRÁRIO SÃO AS INOVAÇÕES ILEGAIS QUE AINDA PERSISTIRÃO!!!!Agora quanto as cartas de créditos espero que jamais aceitem uma indecência dessa, só Wilson Santos e P.T. para oferecem algo tão nocivos aos servidores.

positivo
0
negativo
0

3 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros