Política Sexta-feira, 23 de Outubro de 2020, 08:30 - A | A

Sexta-feira, 23 de Outubro de 2020, 08h:30 - A | A

CULPOU O GOVERNO DO ESTADO

Emanuelzinho diz que VLT não foi concluído por "falta de vontade política" do governador

RAYNNA NICOLAS

O candidato à prefeitura de Várzea Grande, deputado federal Emanuelzinho (PTB), culpou o governador Mauro Mendes (DEM) pela falta de conclusão do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT). O modal, que corta Cuiabá e Várzea Grande, deveria ter sido entregue em 2014, mas já atravessou três gestões e segue sem uma solução definitiva. 

Reprodução

emanuelzinho

 

Nesta quinta-feira (22), Emanuelzinho afirmou que o problema é, na verdade, 'a falta de vontade política' do governo do Estado.

Ainda segundo o candidato, se eleito ao Paço Couto Magalhães, ele não irá apoiar a conclusão das obras, caso o processo seja oneroso ao município. 

"Sou temerário à conclusão do VLT porque vejo falta de vontade política do governador. Veio a gestão do governador Mauro Mendes, já se passaram dois anos e nada foi feito, então não vejo vontade política e caso não haja, preciso tomar uma posição como prefeito e será revitalizar a avenida da FEB", afirmou. 

O candidato ainda negou que a posição divergente entre ele e o pai, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) possa ser um problema caso os dois sejam eleitos. Emanuel Pinheiro é favorável à retomada das obras, enquanto Emanuelzinho tem receios quanto a viabilidade da conclusão. 

"A política é pensar diferente, vai ser natural, vai ter diálogo. Se entendermos que é melhor caminhar para um lado, assim será. Meu compromisso é com a população e o dele também, iremos avaliar tecnicamente. Nada impede que quem tenha posições distintas possa entrar em consenso", declarou.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros