Política Sábado, 25 de Junho de 2022, 17:43 - A | A

Sábado, 25 de Junho de 2022, 17h:43 - A | A

DESTINOU 450 MIL

Botelho alega desvio de finalidade e pede que MP investigue reality show comandado por Jajah Neves

Eduardo Botelho também encaminhou um ofício ao secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Jefferson Carvalho Neves sugerindo uma reanálise do projeto e a possibilidade de retorno dos recursos

RAPHAELLA PADILHA
DA REDAÇÃO

REPRODUÇÃO

image

Promover um reality show não era o objetivo da emenda parlamentar de R$ 450 mil destinada pela presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (UB) à secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). Em ofício encaminhado ao Ministério Público, o parlamentar afirma que o valor seria destinado a capacitação de digital influencers com a finalidade de divulgar as potencialidades turísticas de Mato Grosso e pede uma investigação sobre possível desvio de finalidade dos recursos.

Eduardo Botelho também encaminhou um ofício ao secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Jefferson Carvalho Neves sugerindo uma reanálise do projeto e a possibilidade de retorno dos recursos. O polêmico reality Casa Digital MT, comandado pelo ex-deputado estadual Jajah Neves, deve estrear neste domingo (26).

Na sexta, após as emendas para o reality repercutirem,  a assessoria do presidente da Assembleia Legislativa encaminhou uma nota  à imprensa justificando a destinação dos quase meio milhão de reais ao projeto. 

 "A Casa Digital MT é um projeto que prevê potencializar o turismo mato-grossense. Os participantes submetidos ao processo de imersão formam um nicho de comunicadores regionais que irá trabalhar para divulgar as riquezas do estado, nossas belezas naturais, culturais, o comércio e o povo. Dessa forma, a ALMT vai utilizar o potencial desses profissionais para influenciar pessoas, por meio da produção de conteúdo nas redes socias, e "vender" Mato Grosso para o mundo", diz trecho. 

O reality Casa Digital MT reunirá onze pessoas em uma chácara em Várzea Grande que se especula que seja do empresário Flávio Vargas, correligionário do apresentador e pré-candidato ao Senado.

FORMATO DA ATRAÇÃO 

Durante os oito dias em que ficarão confinados, os participantes do programa, que em maioria se definem como influenciadores digitais, devem atender a aulas que visam melhorar a produção de conteúdo para internet.
O objetivo do programa é que os influenciadores produzam conteúdo voltado ao fomento do turismo em Mato Grosso. Ao final da disputa, quem se sair melhor, leva o prêmio de R$ 25 mil para casa.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

JOÃO HONESTO 25/06/2022

"PARA TUDO !!!!!!" Com todo respeito ao NOBRE DEPUTADO... alegar que não sabia o que seria feito com a sua EMENDA é uma tremenda falta de respeito com o POVO DE MATO GROSSO. - Todo projeto tem o OBJETIVO, FINALIDADE É A DESCRIÇÃO DO QUE SERÁ FEITO DETALHADAMENTE !!! - A Emenda é ENCAMINHADA DIRETO PARA O PROJETO.... alegar que não sabe é uma IRRESPONSABILIDADE.... A Secretaria que recebe a EMENDA não tem o que fazer pois ela vem carimbada, direcionada, dirigida, colocada para o PROJETO TAL, não há discricionariedade na SECRETARIA, ela recebe a emenda e repassa ao PROJETO .... QUE É TODO DETALHADO .... - ALEGAR QUE HOUVE DESVIO DE FINALIDADE É UMA BRINCADEIRA COM POPULAÇÃO..... - ALEGAR QUE NÃO SABIA, É IGUAL AO LULA DIZER QUE NÃO SABE DE NADA.... - LAMENTÁVEL ESSE POSICIONAMENTO DO PRESIDENTE DA ALMT.... DE DIZER AUE NÃO SABIA O QUE SERIA FEITO .... PARECE QUE SOMOS IDIOTAS ....

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros