Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

Polícia Quarta-feira, 09 de Novembro de 2022, 12:07 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 09 de Novembro de 2022, 12h:07 - A | A

OPERAÇÃO WHATS FAKE

Pelo menos sete pessoas são presas em flagrante durante "trabalho" no "escritório do crime"

Polícia flagrou os suspeitos aplicando o golpe em uma casa no CPA 3, que funcionava como "local de trabalho"

CLARYSSA AMORIM
Da Redação

Pelo menos sete pessoas foram presas durante a 'Operação 'Whats Fake' na manhã desta quarta-feira (9), no bairro CPA 3, setor 5, em Cuiabá. De acordo com o delegado do Paraná responsável pela ação, Leonardo Carneiro, os policiais chegaram ao 'escritório' e flagraram os suspeitos em 'horário de trabalho'. 

Segundo o delegado, foram mais de R$ 15 mil apreendidos, mais de 30 celulares e quatro carros no escritório que tinha até horário de entrada e partida dos 'funcionários'. Carneiro ainda explicou que a polícia investigava as pessoas e os escritórios há alguns dias, mas aguardava o momento idela para realizar a operação. 

"Menos de uma semana, levamos a PJC e o Ministério Público a esses fatos, cumprimos essas buscas e sete indivíduos que estavam na casa aplicando golpes foram presos. Então, é uma associação criminosa com onze indivíduos. Em um dos locais que a polícia esteve, alguns tentaram fugir em um veículo, que acabou até colidindo com uma viatura, porém, conseguimos capturar esses aí", disse o delegado.

Os suspeitos foram encaminhados ao Cisc de Cuiabá e devem passar por audiência de custódia.

LEIA MAIS: Polícias Civis de MT e PR investigam grupo que aplica golpes do falso perfil do WhatsApp

A OPERAÇÃO

A Polícia Civil do Paraná, por meio do Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber), e a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI) de Mato Grosso deflagraram, na manhã desta quarta-feira (9), a 'Operação Whats Fake' para combater crimes de organização e estelionato majorado praticados na modalidade de golpe do falso perfil do WhatsApp. 

 Os mandados de prisão e de busca são cumpridos nos bairros CPA, Jardim Imperial e Ribeirão do Lipa.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros