Terça-feira, 25 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

Polícia Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 09:28 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 09h:28 - A | A

SUSPEITA DE GRAVIDEZ

Padrasto e primo são presos acusados de estuprar meninas de 11 e 12 anos

Mãe das vítimas acionou a Polícia Militar e contou que acreditava que a menina mais velha está grávida do primo, mas negou que marido abusasse das vítimas

SABRINA VENTRESQUI
Da Redação

Dois homens, de 36 e 18 anos, foram presos acusados de estuprar duas meninas de 11 e 12 anos, que são enteadas e primas dos suspeitos, respectivamente. O caso foi registrado na noite de quinta-feira (16), em Barra do Garças (511 km de Cuiabá).

Segundo o boletim de ocorrência, a mãe das meninas acionou a Polícia Militar e relatou que o sobrinho dela, de 18 anos, estava mantendo relações sexuais com sua filha, de 12 anos, e que acreditava que a menina estava grávida. 

Diante da situação, os militares foram até a casa da comunicante para conversar com ela. Ela contou que o sobrinho, que morava na mesma casa, estava se relacionando com a menor. A menina confirmou que estava em um relacionamento consentido com o jovem. Contudo, por ser menor de 14 anos, ela não tem idade para consentimento amparado por lei. Ela também contou que o padrasto, de 36 anos, já teria ‘mexido’ com ela.

Uma irmã da menor, cuja idade não foi divulgada, informou que o padrasto tinha abusado das meninas de 11 e 12 anos. Inclusive, o homem teria tentado agarrá-la em situação anterior, que a levou a registrar um boletim de ocorrência contra ele em 2015. Contudo, a mãe das meninas negou que o esposo tenha cometido abuso contra as menores.

Diante da situação, os dois suspeitos foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil para registro de ocorrência e demais providências cabíveis. 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros