Polícia Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020, 17:42 - A | A

Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020, 17h:42 - A | A

FOI PRESO

Motorista de aplicativo tenta estuprar jovem durante corrida; empresa lamenta ocorrido

JOYCY AMBRÓSIO
DA REDAÇÃO

Um idoso, de 71 anos, foi preso e banido do aplicativo de transporte individual, 99 Pop, depois que foi denunciado por tentativa de estupro por uma jovem de 23 anos. A ocorrência foi registrada na quinta-feira (26), em Cuiabá. A empresa se manifestou nesta sexta-feira (27), depois de tomar conhecimento sobre o ocorrido.

Reprodução/Internet

99 POP.jpg

 

Conforme informações da Polícia Militar, foi relatado pela vítima que ela solicitou a corrida por meio do aplicativo. O suspeito então chegou em um veículo da marca Hyundai, modelo HB20.

Já com a viagem iniciada, o idoso começou a conversar com ela, ao mesmo tempo que tentou passar a mão nas pernas da jovem, que estava no banco de trás do carro.

O agressor ainda insistia em dizer que ia levar a vítima para outro lugar, para que eles pudessem fazer sexo.

Mesmo com a vítima exigindo que o suspeito parasse o carro, ele não fez e só parou quando achou propício. Ele trancou a jovem dentro do veículo e foi para o banco traseiro do carro, onde ela estava.

Na tentativa de estupro, o suspeito teria passado a mão pelo corpo e pelas partes intimas da vítima. A jovem teria conseguido tirar uma foto do agressor a tocando.  Com muito custo ela conseguiu escapar do homem.

A jovem ainda relatou que ela chegou a ligar na empresa 99 Pop. Ela também afirmou saber que o suspeito tem histórico de crime semelhante.

Nota da 99 Pop na íntegra 

A 99 lamenta profundamente o ocorrido e, neste momento, presta atendimento à vítima. A empresa esclarece ter uma política de tolerância zero em relação a qualquer forma de violência e reitera veementemente seu repúdio ao fato.

Assim que tomamos conhecimento, banimos o motorista da plataforma. A 99 está disponível para colaborar com as investigações da polícia.

Em seus Termos de Uso, a 99 ressalta que motoristas devem tratar os passageiros com boa-fé, profissionalismo e respeito. Em comportamentos como esse, que vão contra as políticas da empresa, medidas como bloqueio e colaboração com as autoridades são adotadas.

A empresa dedica seus esforços na prevenção, proteção e acolhimento de todos os usuários da plataforma, principalmente para as mulheres. Entre as medidas está a opção de compartilhar a rota para contatos de confiança, monitoramento de corrida via GPS, gravação de áudio e ligação para a polícia. A plataforma também possui cursos de conscientização sobre o combate ao assédio, disponível para 100% dos condutores.    

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros