Terça-feira, 16 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

Polícia Quinta-feira, 22 de Setembro de 2022, 08:33 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 22 de Setembro de 2022, 08h:33 - A | A

PASSA BEM

Estudante esfaqueada no pescoço por colega em escola estadual tem alta hospitalar em Cuiabá

Segundo o marido da vítima, ela, como líder de turma, interveio junto aos professores em uma situação envolvendo Suelen Marques, a agressora, e um rapaz, que também estuda na escola

AMANDA DIVINA
Da Redação

A estudante Laura Fernanda da Costa Rocha e Silva, de 19 anos, recebeu alta hospitalar do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) nesta semana. Ela foi atacada por uma colega de sala nas dependências da Escola Estadual de Desenvolvimento Integral da Educação Professor Antônio Cesário de Figueiredo Neto. A aluna foi atingida três vezes na região do pescoço com um instrumento cortante, como um canivete ou um estilete. 

Reprodução

cadeira

 

Ela foi atingida pela colega de sala Suellen Acosta Marques, de 22 anos, no dia 13 deste mês, em Cuiabá.

Em entrevista ao programa Cadeia Neles, da TV Vila Real, o marido da estudante Laura revelou que a jovem era líder de sala. 

Segundo ele, ela interveio junto aos professores em uma situação envolvendo Suelen Marques e um rapaz, que também estuda na escola.

A intervenção teria desencadeado uma desavença entre as duas, que culminou na tentativa de homicídio.

LEIA MAIS: Estudante atacada em escola é líder de sala e delatou colega a professores, diz marido

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o ambiente escolar tomado por sangue. Três dias depois do crime, Suelen compareceu à delegacia acompanhada de um advogado, passou por oitiva, mas usou seu direito de ficar em silêncio.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Roberto Amorim, diligências complementares serão realizadas para esclarecer a motivação e as circustâncias do crime. A vítima deverá ser ouvida nos próximos dias.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros