Quinta-Feira, 02 de Fevereiro de 2017, 19h:30

Tamanho do texto A - A+

CPIs custaram 10 milhões à AL

O deputado Ondanir Bortolini, Nininho (PSD), deixou a primeira-secretaria da Assembleia Legislativa comemorando uma economia de quase Rs 200 milhões na sua gestão. Segundo ele, a nova Mesa Diretora assume o comando da Casa com RS 112 milhões em caixa, proporcionados pela redução de despesas da administração anterior. No entanto, somente RS 15 milhões estão na conta. O restante é referente a repasses duodécimo em atraso, que foram renegociado em TACs com o Executivo. No balanço, Nininho também revelou que as cinco Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs), que tramitaram durante os últimos dois anos, tiveram um custo de quase RS 10 milhões ao Parlamento.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei



1 Comentários

Carlos Nunes - 03/02/2017

Quais foram os resultados práticos das CPI's mesmo? Até agora ninguém ficou sabendo QUAIS FORAM. Deviam ser divulgado pelos sites, nos mínimos detalhes, tintim por tintim. É como diz aquele velho ditado: tem que dar nome aos bois; colocar a carapuça nas cabeças certas. Senão fica sempre como diz o professor Boris Casoy: No Brasil CPI termina em PIZZA com sobremesa de MARMELADA.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA