Mundo Quarta-feira, 03 de Agosto de 2011, 10:04 - A | A

Quarta-feira, 03 de Agosto de 2011, 10h:04 - A | A

EGITO

Julgamento de Murabak é suspenso até o dia 15 de agosto

Mubarak ficará preso em um hospital perto do Cairo até a próxima audiência

UOL

O julgamento do ex-ditador egípcio Hosni Mubarak e de seus dois filhos foi suspenso até 15 de agosto, anunciou o juiz Rafaat Ahmed. Mubarak ficará preso em um hospital perto do Cairo até a próxima audiência.

Já o julgamento do ex-ministro do Interior, Habib el Adli, e de seis chefes de polícia serão retomados na quinta-feira (4).

Mubarak e seus filhos Alaa e Gamal, acusados de envolvimento na morte de manifestantes e de corrupção, se declararam inocentes no Tribunal Penal do Cairo que começou a julgá-los nesta quarta-feira (3). "Nego completamente as acusações", declarou Mubarak, antes que seus filhos tomassem a palavra para rejeitar as acusações.

Mubarak entrou em uma maca na sala do tribunal encarregado de julgá-lo, localizado na Academia de Polícia do Cairo, em julgamento transmitido pela televisão egípcia.

Antes do ex-líder, haviam entrado no recinto o ex-ministro do Interior Habib el Adli, seguido por seus assessores e pelos dois filhos de Mubarak, Alá e Gamal, que também estão sendo julgados.

Os acusados, que podem ser condenados a pena de morte se forem considerados culpados de planejar ataques contra os participantes dos protestos, nos quais morreram mais de 850 pessoas, assistem ao julgamento dentro de uma espécie de celas.

Mubarak, pálido mas com aspecto estável, apareceu deitado na maca e vestido de branco, se mostrou tranquilo e conversou com seus filhos.

O ex-presidente se encontra junto a seus filhos, enquanto Adli e seus assessores estão em uma cela próxima, situada à direita do tribunal.

A ida de Mubarak ao tribunal despertou dúvidas até o último momento, devido a seu frágil estado de saúde.

O ex-mandatário estava internado no hospital de Sharm el-Sheikh, no Mar Vermelho, onde cumpria também detenção desde que sofreu um ataque cardíaco durante um dos interrogatórios, em 12 de abril.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros