Segunda-feira, 24 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,81
libra R$ 5,81

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,81
libra R$ 5,81

Justiça Quinta-feira, 01 de Novembro de 2018, 09:05 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 01 de Novembro de 2018, 09h:05 - A | A

MATOU JOVEM EM CLUBE

Soldado da PM é denunciado por matar sargento com 4 tiros

REDAÇÃO

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 13ª Promotoria de Justiça Criminal, denunciou por homicídio simples o soldado PM Ivanilto da Silva Bezerra Filho, que matou a tiros, no dia 21 de março de 2018, o sargento PM José Carlos Camelo, no bairro Jardim Marajoara, em Várzea Grande.

 

Reprodução

Ivanilto da Silva Bezerra Filho

 

De acordo com a denúncia, a vítima era namorado de Rayane Stefany Souza Martins, com quem manteve um relacionamento amoroso por dois meses, em 2016. Com o término do namoro Rayane passou a relacionar-se com o soldado Ivanilto.

 

“No dia 23 de março de 2018, por volta das 23 h, o denunciado soldado Ivanilto encontrava-se na residência de Rayane quando, de repente, apareceu a vítima PM José Carlos que passou a chamar por Rayane, pedindo que deixasse ingressar na casa. Assustada com o comportamento da vítima, Rayane não respondeu aos seus chamados, porém, o ofendido pulou o portão e tentou arrombar a porta dos fundos, para ingressar ao interior da casa”.

 

A vítima, porém, após forçar a porta e quebrar um pedaço, foi surpreendida por quatro tiros, disparados pelo soldado Ivanilto, que logo após matar o colega de farda fugiu do local. “A vítima, embora estivesse armada, não estava utilizando a arma, posto que estava acondicionada em sua cintura, quando foi alvejada por 4 tiros, disparos de arma de fogo, a curta distância, dado a presença de lesões características de defesa encontrada em ambas as mãos, que demonstram que o ofendido colocou as mãos para frente na tentativa de se defender da ofensiva realizada pelo denunciado, sendo que, inclusive, um dos disparos efetuados pelo denunciado, a vítima foi atingida pelas costas”, diz na denúncia o promotor de Justiça Allan Sidney do Ó Souza.

 

Após assassinar o sargento, o PM Ivanilto praticou outro homicídio no dia 29/09/2018, na cidade de Jaru, em Rondônia, onde encontra-se preso. Com relação a este crime o Ministério Público de Rondônia também denunciou o PM. “Lá, em um clube social, utilizando-se de arma de fogo, ele matou Naor da Silva por motivo fútil vez que ocorreu em razão de a vítima ter flertado com uma mulher que estava na festa, o que causou ciúmes do indiciado”, diz a denúncia realizada pela promotoria de Rondônia, onde ele também foi denunciado por porte ilegal de arma de fogo.

 

Leia também

Policial acusado de matar jovem em clube está afastado para tratamento psiquiátrico

 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

CARLOS ALBERTO DA SILVA 01/11/2018

temos que eliminar esse bandido da sociedade!!

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros