Justiça Terça-feira, 18 de Outubro de 2011, 15:43 - A | A

Terça-feira, 18 de Outubro de 2011, 15h:43 - A | A

DISCUSSÃO

MPE promove audiência pública para discutir política de prevenção e combate à dengue

Em 2010, as notificações de casos de dengue no Estado, no mesmo período, foram de 45.216 casos

DA REDAÇÃO

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso promoverá nesta quarta-feira (19.10), em Alto Garças, audiência pública para discutir a política municipal de prevenção e combate à dengue. O evento será realizado nas dependências do Fórum, a partir das 9h. Os trabalhos serão conduzidos pelo promotor de Justiça Márcio Florestan Berestinas e pelo Juiz Gustavo Chiminazzo de Faria.

“Além de ouvirmos o poder público municipal sobre a política que vem sendo adotada no tocante à prevenção e ao combate à dengue, queremos ouvir a população sobre as principais reclamações. Durante a audiência também serão transmitidas informações sobre as medidas a serem adotadas para a prevenção à dengue”, ressaltou o promotor de Justiça.

Conforme dados da Secretaria de Estado de Sáude, no período de 1º de janeiro a 13 de outubro de 2011 foram notificados 8.634 casos de dengue em Mato Grosso. Desse total, 41 foram notificados como casos graves. Até o momento foram notificados seis óbitos confirmados e um em investigação.

Os municípios que tiveram a notificação de óbitos por dengue até o momento foram General Carneiro (01 caso confirmado), Pedra Preta (01 caso confirmado), Colíder (01 caso confirmado), Torixoréu (01 confirmado), Ribeirãozinho (01 confirmado), Sinop (01 confirmado) e Cuiabá (01 em investigação).

Em 2010, as notificações de casos de dengue no Estado, no mesmo período, foram de 45.216 casos.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO - A Secretaria de Estado de Saúde continua a recomendar medidas de prevenção simples, que devem ser tomadas pela população do Estado, que são manter as caixas d’água, tonéis e barris, ou outros recipientes que armazenam água, totalmente tampados e limpos lavando-os com escova e sabão semanalmente. Deve-se remover tudo o que possa impedir a água de correr pelas calhas e não deixar que a água da chuva fique acumulada sobre as lajes.

No caso dos vasos de plantas, encher de areia, até a borda, os pratinhos dos vasos. Se não tiver colocado areia ele deve ser lavado com escova, água e sabão, pelo menos uma vez por semana. Deve-se jogar no lixo todo objeto que possa acumular água, como potes, latas e garrafas vazias. Colocar o lixo em sacos plásticos, fechar bem esses sacos e deixá-los fora do alcance de animais. Manter as lixeiras bem fechadas. (Com Assessoria)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Laurita 19/10/2011

DENGUEEEEEEE..... MEU DEUSSSSS, DISCUTIR A CORRUPÇÃO NINGUÉM QUER. É FÁCIL MATAR O MOSQUITO QUE MATA. E AS PESSOAS QUE VIOLAM DIREITOS SOCIAIS, LESAM OS COFRES PÚBLICOS. ISSO NINGUÉM DISCUTE. QUE INVERSÃO.

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros